Poder no Corinthians: “Vitalícios” Propoem Co-Gestão com Augusto Melo

Em uma recente reunião, o grupo “União dos Vitalícios”, liderado por figuras como Romeu Tuma Junior, presidente do Conselho Deliberativo, decidiu propor a Augusto Melo uma forma de “co-gestão” administrativa do Corinthians.

Essa proposta visa evitar a oposição do grupo, apesar das suspeitas de corrupção envolvendo o caso “Vai de Bet”, categorias de base e outros casos frequentemente relatados pela mídia, alguns dos quais são alvo de investigações policiais.

A busca pelo poder é tão intensa que eles pretendem controlar aqueles já dominados por forças criminosas além do ambiente de Parque São Jorge.

Como justificativa para manter o apoio, até mesmo contra um possível impeachment de Augusto, alegam que o poder poderia cair nas mãos do grupo Renovação e Transparência. Na verdade, o objetivo é manter os aliados de Melo motivados até o fim, para que, em caso de queda, o “salvador” Tuma Junior possa ser “ungido” pela graça dos imorais.

Essa estratégia tem tudo para prejudicar a todos os envolvidos. Aqueles que permanecerem ao lado desse grupo, notoriamente ligado à corrupção, sairão permanentemente inviabilizados na política do clube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Engenheiro Alberto Cardoso Previous post Relatório de Progresso da Construção da Escola FNDE em Nova Camela
Next post Empresário Acusado de Lavagem de Dinheiro com Empresas em SP e MS terá 2,3 mil Cabeças de Gado Leiloadas