Wenger e o futebol moderno: «Jogadores como Neymar têm muito poder»

O antigo treinador do Arsenal, Arsène Wenger, considerou que os futebolistas do novo milénio, como Neymar, têm «muito poder» no seio de uma equipa.

«Antigamente, dizias só: “tu, fora”, e os jogadores respeitavam. Mostra que, lentamente, o poder passou para os jogadores. O poder dos jogadores ficou mais forte. Agora há jogadores como Neymar, que têm muito poder. Nos anos 60 e 70, isto não existia», afirmou Wenger, em declarações à BeIN Sports.

LEIA MAIS: todas as notícias do futebol internacional

Wenger deu o exemplo do treinador campeão europeu por duas vezes no Nottingham Forest, em 1979 e 1980.

«Agora o teu poder como treinador é um pouco menor. Se imaginarmos Brian Clough e os treinadores dos dias de hoje, podes dizer que os jogadores ficavam assustados com o Brian Clough. Hoje, tens de convencer os jogadores, ser persuasivo», notou o gaulês.

«Não acredito que o trabalho atual do treinador, em relação ao passado, seja mais duro. Agora tens pessoas muito competentes que podem fazer as sessões por ti. Só tens de analisar. Eu comecei a trabalhar sozinho e tinha de treinar os guarda-redes e os jogadores ao mesmo tempo. Era duro», analisou.

Gostar da nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes

Atribua uma classificação geral ao Web site: