Início Brasil Volkswagen faz acordo com MPF para reparar violações contra funcionários durante a...

Volkswagen faz acordo com MPF para reparar violações contra funcionários durante a ditadura

A Volkswagen do Brasil vai indenizar ex-funcionários da empresa que foram presos, perseguidos ou torturados durante a Ditadura Militar no Brasil. A decisão foi anunciada na quarta-feira (24) pelos Ministérios Públicos Federal, do Estado de São Paulo e do Trabalho. O acordo encerra três inquéritos que tramitam desde 2015 e apuram a cumplicidade da companhia com o regime instalado após o golpe de 1964. Segundo relatos de testemunhas e pesquisadores, a Volkswagen teria denunciado trabalhadores que supostamente seriam vinculados a sindicatos e entidades comunistas aos órgãos de repressão.

Pelo termo de ajustamento de conduta, a empresa vai destinar R$ 36,3 milhões a ex-funcionários que foram alvo de perseguições políticas e a iniciativas de promoção dos direitos humanos. Para o professor de história Rubens Martins de Godoy, a decisão traz um pouco de Justiça às vítimas da Ditadura. “Esse trabalhadores que acabaram, muitas vezes, perdendo suas vidas, sendo torturados, por conta dessa colaboração de empresas e a Ditadura Militar.”

Cerca de R$ 4,5 milhões serão repassados à Universidade Federal de São Paulo para financiar novas pesquisas sobre a colaboração de empresas com a Ditadura e auxiliar na identificação das ossadas de presos políticos encontradas na vala de Perus. O pagamento deverá ocorrer até janeiro do ano que vem. Em nota, a Volkswagen informou ser a primeira instituição a enfrentar de forma transparente o próprio passado durante o regime militar no Brasil.

A montadora ressaltou que um estudo independente contratado pela empresa também apontou cooperação entre os agentes de segurança da companhia e o antigo regime militar, mas não foram encontradas evidências claras de que essa cooperação foi institucionalizada. De acordo com o livro Direito à Memória e à Verdade, publicado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, 475 pessoas morreram ou desapareceram por motivos políticos na Ditadura Militar.

*Com informações do repórter Leonardo Martins

Must Read

Pernambuco já realizou mais de 1,8 mil testes de Covid-19 nos jogos de futebol

Com a liberação da presença de torcida nos jogos de futebol profissional em Pernambuco, a testagem para a doença é fundamental para o monitoramento...

Marília Mendonça e Maiara e Maraisa estrelam campanha na Times Square

As patroas deslancharam para o mundo! Nesta quinta (21), Marília Mendonça e a dupla Maiara e Maraísa estamparam um telão na Times Square, principal...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Palas Pinho 20 anos de carreira no movimento brega

Palas Pinho uma das artistas mais respeitadas e querida do cenário musical Pernambucano, completa 20 anos de carreira no movimento brega, em 2001 ela implaca...

Secretaria do Trabalho estadual abre inscrições para Fenearte 2021

Quatro estandes serão disponibilizados para empreendimento solidários num dos espaços mais nobres da cultura pernambucana A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco abre,...