Início Esporte Violência contra professores é tema de campanha lançada pela Unicesumar

Violência contra professores é tema de campanha lançada pela Unicesumar

VÁLIDO SOMENTE PARA CURITIBA

– “Vou dar uma advertência no meio da sua cara”.

– “Vou botar fogo em você se passar mais tarefa”.

Estas são frases reais, ditas por adolescentes reais, em salas de aula reais e que provocam reflexões sobre a violência contra professores em todo o Brasil. Elas são apenas uma amostra do desrespeito ao professor e contribuem para índices cada vez maiores de abandono da profissão.

Para reverter esta realidade e fomentar a valorização dos professores, a Unicesumar, um dos dez maiores grupos privados de educação do Brasil, criou a campanha “Heróis da Educação” e está oferecendo cinco diferentes cursos livres gratuitos, além de bolsas de até 50% em cursos de graduação e pós-graduação para professores. A partir desta terça-feira (15) e até o dia 30 de outubro, qualquer professor poderá fazer sua inscrição por meio do site heroisdaeducacao.com.br.

O público-alvo da campanha são os atuais e futuros professores, mas seu objetivo é o de provocar uma reflexão em toda a sociedade sobre a desvalorização desses profissionais. “Como instituição de ensino e formadora de professores, entendemos ser essencial disponibilizar opções que estimulem a capacitação e a permanência nesta nobre profissão. Afinal, são eles os responsáveis por formar todos os profissionais do futuro e, sendo assim, merecem todo o respeito”, explica Janes Fidélis Tomelin, pró-reitor de Educação a Distância da Unicesumar.

Os cursos livres ofertados gratuitamente são “Adolescência e suas características psicossociais”, “Afetividade no ambiente escolar e familiar”, “Libras”, “Neurodidática” e “O Pedagogo e suas competências”. Os cursos possuem 40 horas aulas e são certificados pela Unicesumar.

A campanha “Heróis da Educação” reconhece e coloca os professores como atores fundamentais para a transformação de um país. Por meio da reflexão, a Unicesumar homenageia estes profissionais que, mesmo diante do pior cenário, ainda insistem em seguir por este caminho. A ação também é uma crítica à cultura brasileira da falta de respeito ao professor em sala de aula.  E a homenagem vem em forma de incentivo: a capacitação para reconhecer todo o esforço e motivá-los a seguir, sempre, em frente.

Tiago Stachon, diretor-executivo de Marketing da EAD Unicesumar, explica que existe uma verdade sobre o trabalho do professor: o conhecimento que ele repassa em sala de aula não acaba ali. “Valorizar um professor é reconhecer que o trabalho que ele faz ultrapassa os limites da sala de aula e está presente nas conquistas do futuro médico, advogado, bombeiro, arquiteto e tudo aquilo que o estudante quiser ser”, destaca.

Must Read

Elirio Dambros fala sobre prós e contras do uso de fraldas descartáveis

Que as fraldas descartáveis vieram para facilitar a vida dos pais, disso ninguém tem dúvida. No entanto, ainda se investiga os impactos causados pelo seu uso na saúde...

Toguro do Sport? Influencer exibe faixa do Leão da Ilha em partida do Brasil na Copa do Mundo

Influencer foi um dos mais compartilhados no ano, com vídeos motivacionais em situações inusitadas Um personagem que marcou a internet em 2022 conquistou os torcedores...

Nome de Gilson Machado já é favorito para disputa municipal em 2024

O atual diretor-presidente da Embratur e ex-Ministro do Turismo segue sendo principal referência em apoio, fidelidade e alinhamento com Bolsonaro, para os conservadores no...

Brasil vence a Suíça e está classificado para as oitavas de final da Copa do Mundo

Vitória contra a Suíça fez o Brasil garantir matematicamente a classificação para as oitavas de final O Brasil já garantiu vaga nas oitavas de final...

Alerta laranja de perigo de chuvas intensas em Afrânio e Petrolina

Os municípios de Afrânio e Petrolina estão em alerta laranja de perigo potencial de chuvas intensas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), previsão...