Início Geral “Processo contra Lula foi farsa que começou pelo fim: a condenação”

“Processo contra Lula foi farsa que começou pelo fim: a condenação”

247 – O jurista Marco Aurélio Carvalho, que integra o movimento Juristas pela Democracia, falou à TV 247 sobre a prisão política do ex-presidente Lula, que já dura quase um ano e seis meses. Para Marco Aurélio, o processo contra Lula começou pelo final, ou seja, tinha um objetivo claro pela condenação desde o início.

Ele explica que a finalidade do processo contra o ex-presidente era tirá-lo da disputa eleitoral em 2018. “Nesse caso, evidentemente, o processo é uma farsa. Ele começou pelo final. O resultado era: ‘precisamos tirar o Lula das eleições’, esse era o objetivo final, começou por aí e montaram toda a farsa”.

O jurista complementou ressaltando que ninguém poderá devolver os dias perdidos na prisão a Lula e lembrou que o ex-presidente foi aprisionado sem que seu processo estivesse encerrado, ou seja, ainda cabiam recursos. “Esses 500 dias que ele passou aprisionado em Curitiba não serão devolvidos para ele, essa é a grande verdade. Não haveria prejuízo nenhum em aguardar o trânsito em julgado para, eventualmente, executar a pena”.

Marco Aurélio comentou as revelações do site The Intercept, que divulga há meses diálogos entre procuradores da Lava Jato e o então juiz da operação, Sérgio Moro, na série apelidada de ‘Vaza Jato’. Para ele, estas provas, já que obtidas de forma ilícita, não podem ter efeito condenatório, mas podem e devem ser utilizadas para absolver o ex-presidente Lula.

“Essas provas devem ser utilizadas em favor do réu, que foi injusta e criminosamente acusado. No caso, por exemplo, do presidente Lula eu não tenho nenhuma dúvida quanto a isso, essas provas têm de ser utilizadas, sim, inclusive para confirmar a perseguição que ele sofreu e a prisão injusta e criminosa da qual ele é vítima ainda hoje”.

Carvalho falou também do papel do Supremo Tribunal Federal (STF) no processo de soltura do petista. Para ele, a Corte está retomando sua postura prevista na Constituição de 88, o que pode beneficiar Lula. “O Supremo, aos poucos, está voltando a ter o papel contramajoritário para o qual ele foi desenhado pela Carta de 88. Ao Supremo não cabe buscar louros, aplausos e reconhecimento público, muito pelo contrário. Ao Supremo cabe a função contramajoritária de dizer o direito, contra, inclusive, se for o caso, contra a opinião pública”.

Ele explicou que Lula pode ser libertado por dois caminhos: a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e de todos os processos que julgou, ou pelo julgamento das Ações Declaratórias de Inconstitucionalidade (ADIs) da presunção de inocência. “Temos duas grandes oportunidades para que o Lula seja, enfim, efetivamente devolvido aos braços da população”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

Must Read

Recife Antigo ganha novo restaurante com assinatura de badalado Chef, em Rooftop com vista 360º, no empreendimento Moinho Recife

Paella, frutos do mar na brasa, drinks, sobremesas exclusivas, carta de drinks autorais, loja de vinhos e muita música ao vivo. Com uma proposta...

Por Croácia x Brasil na Copa, Governo de Pernambuco decreta ponto facultativo na sexta-feira (9)

Seleção joga pelas quartas de final do Mundial do Catar O Governo de Pernambuco decretou ponto facultativo para a sexta-feira (9), dia em que o...

STF começa a julgar orçamento secreto nesta quarta-feira (7), sob pressão do PT e do Congresso

Cúpula do Legislativo tenta convencer ministros da Corte pela manutenção das emendas de relator, enquanto petistas defendem fim do modelo para reduzir poder do...

Raquel e Priscila convidam os 184 prefeitos pernambucanos para encontro em Caruaru

A governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), recebe em casa, na tarde desta quarta-feira, os prefeitos dos municípios pernambucanos. Independentemente de partido, os 184 chefes...

Paula Delai orienta como driblar a Covid-19 durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo é o evento esportivo mais assistido e prestigiado em todo o mundo, que envolve muita confraternização das torcidas, podendo gerar aglomeração...