Início Esporte O riso e as lágrimas no retorno das iranianas a estádios após...

O riso e as lágrimas no retorno das iranianas a estádios após 40 anos

“Em março deste ano, uma jovem de 19 anos foi pega ao tentar entrar no estádio de futebol disfarçada de homem. Condenada à prisão, ela ateou fogo ao próprio corpo para protestar. Sua morte foi o estopim para a revolução das mulheres no futebol no Irã”

“Muito mais que um jogo, a ida delas ao estádio era um poderoso sinal de mudança, de como as manifestações femininas têm força numa sociedade que ainda determina que toda mulher deve ter um guardião — marido, pai ou irmão”

Must Read

Maíra Cardi se pronuncia após PA recusar presente: “Ego bobo”

Nesta sexta-feira (13), a influenciadora Maíra Cardi, de 38 anos, retornou ao Instagram após o seu afastamento, e falou sobre a polêmica com Paulo...

Michelle Barros anuncia saída da Globo: “Aberta ao que vier!”

A jornalista Michelle Barros (42) anunciou sua saída da emissora Globo. Ela integrava a equipe de profissionais em São Paulo e já apresentou diversos...

Pastor morre após ser atingido por bala perdida

Uma troca de tiros envolvendo três criminosos, na noite desta quinta-feira (12), culminou na morte de um pastor evangélico. O caso aconteceu...

Brasiliense Vivi Araújo volta a lutar no UFC neste sábado

Há um ano, a brasiliense Vivi Araújo deixava o octógono do UFC com uma derrota para Katlyn Chookagian, na luta mais dura que fez na organização...

Celular no trânsito: 675 motoristas são multados por dia

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) divulgou um estudo mostrando que, a cada uma hora, são registradas 28 infrações de...