Início Esporte O exemplo de Sadio Mané no Senegal: "Não uso o meu dinheiro...

O exemplo de Sadio Mané no Senegal: “Não uso o meu dinheiro para comprar Ferraris, quero ajudar os meus”

Na véspera da final da Liga dos Campeões com o Real Madrid, Sadio Mané, uma das referências ofensivas do Liverpool, não quis passar ao lado do momento e decidiu oferecer 300 camisolas do clube inglês a habitantes da sua pequena aldeia com cerca de 2.000 residentes em Sédhiou. Naquele ponto de Senegal, o dia foi de feriado só para assistir ao filho pródigo da terra no principal palco do futebol europeu, o mesmo que o tinha encantado aos 13 anos quando viu os reds darem a volta ao jogo decisivo com o AC Milan de 3-0 para 3-3, antes do triunfo nas grandes penalidades. Mas as ações do avançado estão longe de ficar por aí.

Em declrações ao site ganês nsemwoha.com, Mané, que já tinha dado mostras de que precisa de pouco para ser feliz quando revelou estar bem no Liverpool com ou sem novo contrato porque se sentia acarinhado pelo clube, pelos adeptos e pela cidade, voltou a dar provas desse altruísmo e revelou alguns dos planos que tem vindo a desenvolver no Senegal, desde a construção de escolas, infraestruturas desportivas e doação de roupa.

“Para que quero dez Ferraris, 20 relógios de diamantes ou dois aviões? O que é que esses objetos vão fazer por mim e pelo mundo? Passei fome, tive de trabalhar no campo. Passei por tempos difíceis. Jogava futebol descalço, não tinha educação, não tinha outras coisas. Agora, com o que ganho graças ao futebol, posso ajudar as outras pessoas. Não uso o meu dinheiro para comprar Ferraris, quero ajudar os meus”, referiu.

“Construí escolas, construí um estádio. Forneço roupa, sapatos, comida para pessoas que estão em situação de pobreza extrema. E dou 70 euros por mês a todas as pessoas de uma região muito pobre no Senegal, que contribuem para as economias familiares delas. Não preciso de andar a exibir carros de luxo, mansões, viagens ou até aviões. Prefiro que o meu povo receba um pouco daquilo que a vida me deu”, acrescentou.

Depois de uma temporada quase de sonho pelo Liverpool em 2018/19, onde se sagrou campeão europeu e vice-campeão inglês antes de chegar também à final da Taça das Nações Africanas, o senegalês de 27 anos teve um contributo decisivo para o bom arranque de temporada do conjunto de Jürgen Klopp, apontando oito golos em 11 jogos que valeram aos reds oito triunfos seguidos na Premier League e a conquista da Supertaça Europeia.

Disponível gratuitamente para iPhone, iPad, Apple Watch e Android

Must Read

Recife Antigo ganha novo restaurante com assinatura de badalado Chef, em Rooftop com vista 360º, no empreendimento Moinho Recife

Paella, frutos do mar na brasa, drinks, sobremesas exclusivas, carta de drinks autorais, loja de vinhos e muita música ao vivo. Com uma proposta...

Por Croácia x Brasil na Copa, Governo de Pernambuco decreta ponto facultativo na sexta-feira (9)

Seleção joga pelas quartas de final do Mundial do Catar O Governo de Pernambuco decretou ponto facultativo para a sexta-feira (9), dia em que o...

STF começa a julgar orçamento secreto nesta quarta-feira (7), sob pressão do PT e do Congresso

Cúpula do Legislativo tenta convencer ministros da Corte pela manutenção das emendas de relator, enquanto petistas defendem fim do modelo para reduzir poder do...

Raquel e Priscila convidam os 184 prefeitos pernambucanos para encontro em Caruaru

A governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), recebe em casa, na tarde desta quarta-feira, os prefeitos dos municípios pernambucanos. Independentemente de partido, os 184 chefes...

Paula Delai orienta como driblar a Covid-19 durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo é o evento esportivo mais assistido e prestigiado em todo o mundo, que envolve muita confraternização das torcidas, podendo gerar aglomeração...