Início esporte Novo Estádio da Luz: 16 anos de vida, 16 curiosidades

Novo Estádio da Luz: 16 anos de vida, 16 curiosidades

€17.5 / Sócio €5

€12.5 / Sócio €0

€10 / Sócio €5

0 items

Depois de vários avanços e recuos, uma Assembleia Geral do Clube decidiu! Iria construir-se um novo Estádio que substituiria a antiga Catedral, recinto de noites e tardes inigualáveis, de vitórias e títulos que ficam para a história.

Pouco antes do Campeonato da Europa de 2004, que teve lugar em Portugal, o novo Inferno da Luz tomava forma. Erguido em tempo recorde, teve no Nacional de Montevideu o convidado de honra, com 65 mil pessoas a assistir a uma noite ímpar. Uns com lágrimas nos olhos, outros – mais contidos – com um brilho nos mesmos, mas todos, sem exceção, com um sorriso de orgulho e dever cumprido.

A 25 de outubro de 2003, a história do Benfica mudou, ganhou um novo capítulo, mas daqueles que trazem um “total twist” ao argumento deste filme centenário.

O Estádio do Sport Lisboa e Benfica está de parabéns e o Site Oficial, sob o signo do número que marca este aniversário, conta-lhe 16 curiosidades.

No dia do 16.º aniversário do novo Estádio da Luz recordamos o jogador do Benfica que efetuou o passe número 16 neste recinto. Frente aos uruguaios do Nacional de Montevideu, no encontro de inauguração da Catedral, dois defesas-centrais ficaram marcados como os homens do passe 16 no novo Estádio.

O jogo decorria há poucos minutos quando Argel recebeu o esférico com o peito, colocou-o no relvado e endossou-o para o colega do eixo defensivo, Hélder. Estava feito o simbólico 16.º passe! O Benfica, com um bis de Nuno Gomes, entrou a vencer no novo Estádio da Luz, por 2-1.

Decorria a temporada 2003/04 – a primeira no novo Estádio do Sport Lisboa e Benfica – quando apareceu o 16.º golo oficial do Clube no próprio reduto. À 20.ª jornada do Campeonato Nacional, a Académica visitou Lisboa e saiu derrotada, por 2-0.

O golo oficial número 16 surgiu aos 28’ por intermédio de Zahovic, tento que inaugurou o marcador. Livre indireto batido por Petit do lado esquerdo do ataque e o esloveno, de cabeça, bateu Pedro Roma.

O início de 2004/05 – época que redundou no regresso aos títulos por parte das águias – destacou-se pelo atingir da 16.ª vitória oficial do Benfica no seu Estádio. A 30 de setembro de 2004, na segunda mão da 1.ª eliminatória da Taça UEFA, os comandados por Giovanni Trapattoni venceram o FK Dukla, por 2-0.

Este triunfo, para além do simbolismo, viria a confirmar a passagem do Benfica para a fase seguinte da prova europeia. Zahovic e Nuno Gomes fizeram os tentos.

Ainda em época de estreia do Estádio da Luz (2003/04), na 32.ª jornada do Campeonato Nacional o Estrela da Amadora visitou e perdeu por 3-1, com golos de Nuno Gomes, Sokota e Miguel.

A jogar no corredor direito, Miguel foi um perigo à solta para a antiga equipa. Antes de marcar o último tento do jogo, o camisola 23, com um cruzamento rasteiro do lado direito, assistiu Sokota para o 2-0, aos 45’+1’. Foi o 16.º passe para golo de um benfiquista na nova Catedral no Campeonato.

Sob o comando de Fernando Santos, o Benfica entrou na fase de grupos da Liga dos Campeões após eliminar o Áustria de Viena (3-0 e 1-1). Colocados no Grupo F juntamente com Celtic, Manchester United e FC Copenhaga, os encarnados tiveram os escoceses como o 16.º adversário estrangeiro em jogos oficiais na nova Luz. E logo num jogo de boa memória. Catedral engalanada para a noite europeia e 3-0 no marcador eletrónico.

O defesa do Celtic Gary Caldwell fez autogolo aos 10’ e o avançado Nuno Gomes aumentou a contagem aos 22’. Ao intervalo, 2-0. Na etapa complementar, o internacional russo Karyaka fixou o resultado final em 3-0.

Apesar das várias presenças na prova milionária da UEFA, o Benfica chegou ao 16.º jogo na fase de grupos da Liga dos Campeões na época 2012/13, e logo diante do Barcelona orientado por Pep Guardiola.

Numa Luz com cerca de 64 mil pessoas, o Benfica bateu-se bem, mas acabou derrotado por 0-2. Alexis Sánchez e Fàbregas fizeram os golos culés.

No final desta partida, destaque para a troca de camisolas entre Aimar e Messi, com o jogador blaugrana a ficar com a camisola do seu ídolo de infância. Esta temporada terminou com o Benfica na final da Liga Europa.

Poucos meses depois da conquista do Campeonato da Europa de 2016, em França, Portugal realizou o 16.º jogo no novo Estádio da Luz, recinto que se mantém como talismã, tal como fora o seu “pai”, o anterior Estádio do Sport Lisboa e Benfica.

O jogo 16 da Seleção Nacional na nova Catedral teve lugar a 25 de março de 2017, no apuramento para o Mundial de 2018. O adversário? A Hungria! O resultado? 3-0 para a equipa das Quinas. O apoio dos cerca de 58 mil portugueses ajudou à obtenção dos três pontos, que muito contribuíram na confirmação da presença no certame que teve lugar na Rússia.

A 21 de outubro de 2004, antes do apito inicial diante dos holandeses do Heerenveen, havia 14 jogadores do Benfica que haviam feito o gosto ao pé. Manuel dos Santos, aos 14’, tornou-se o 15.º futebolista do Clube a festejar; aos 74’ – “et voilà!” – Karadas fez o 3-2 nesta partida e surgia assim o 16.º jogador do Benfica a fazer o golo em jogos oficiais.

A partida frente aos holandeses marcou o pontapé de saída das águias nessa edição da Taça UEFA. Na ronda inaugural da fase de grupos, o Benfica triunfou, por 4-2.

O 16.º golo obtido através de uma grande penalidade veio a reboque de uma goleada das antigas. Na 10.ª jornada do Campeonato Nacional de 2007/08, o Benfica recebeu o Boavista e venceu, por 6-1. O destaque maior foi Nuno Gomes.

O avançado fechou o resultado com dois golos aos 85’ e aos 88’. O primeiro foi através de penálti a castigar uma falta sobre o mesmo camisola 21.

Foi praticamente no arranque da época 2004/05 que se deu o 16.º golo obtido na primeira parte em encontros oficiais. Na 2.ª jornada do Campeonato Nacional, o Benfica recebeu e venceu o Moreirense, por 2-0.

O marcador na Luz foi inaugurado pelo médio-defensivo Petit, aos 24’, através de um pontapé do meio da rua, que não deu hipóteses a João Ricardo.

Se o tento oficial número 16 na primeira parte apareceu em 2004/05, o 16.º remate certeiro na segunda parte em desafios oficiais foi atingido ainda mais cedo. Jornada 26 do Campeonato Nacional 2003/04. O Benfica estava a sentir dificuldades em ultrapassar a muralha do Marítimo, até que, aos 81’, na conversão de um castigo máximo, Simão não perdoou e deu a vitória aos encarnados.

Com a Lei Bosman, os plantéis das principais equipas da Europa passaram a ser compostos por um maior número de jogadores estrangeiros. O Benfica, apesar da mudança de paradigma nas últimas épocas, não foi exceção. Assim, o 16.º jogador português a marcar no novo Estádio emergiu em 2013/14.

Jogava-se a Taça da Liga. O Benfica recebeu o Leixões na 2.ª jornada da fase de grupos e ganhou, por 2-0. Djuricic inaugurou o marcador, com o português que ficou para a história a marcar o seu golo aos 87’. Formado no Benfica Campus, Ivan Cavaleiro, debaixo de um dilúvio, fixou o resultado final.

Se tivemos de ir até 2013/14 para encontrar o 16.º futebolista português que marcou de águia ao peito, já o 16.º jogador estrangeiro a faturar surgiu bem antes, em 2006/07.

O internacional grego Karagounis chegou à Luz rotulado de craque depois de duas temporadas no Inter de Milão. Fez mais de 60 jogos e o tento que apontou diante do Desportivo das Aves na 5.ª jornada do Campeonato Nacional (4-1), no dia 1 de outubro de 2006, fez do médio o 16.º estrangeiro a marcar na nova Catedral.

Foram vários os jogadores do Benfica que envergaram o dorsal 16 desde que há o novo Estádio do Sport Lisboa e Benfica. No dia do aniversário, o Site Oficial recorda-lhe os camisolas 16 da Nova Catedral.

Entre os nomes há futebolistas de todos os sectores, portugueses, estrangeiros, uns que já penduraram as botas e outros que ainda estão ligados ao Clube. Saiba quem são: Fernando Aguiar, Beto, Fábio Coentrão, Urreta, Felipe Menezes, Nélson Oliveira, Kalaica e Alfa Semedo.

O Benfica-FC Porto de 2018/19 é de boa memória para os Benfiquistas. As águias venceram por 1-0, com golo de Seferovic. O suíço, que seria o melhor marcador da época, recebeu um passe de cabeça de Pizzi, foi mais rápido do que a defensiva do FC Porto e bateu Casillas.

Após o 16.º clássico no Campeonato Nacional no novo Estádio, os encarnados passaram para a liderança da tabela classificativa, com 17 pontos. Mais tarde, em maio, depois de um tombo forte na caminhada e posterior excelente recuperação já sob a orientação técnica de Bruno Lage, as águias festejariam o 37.º título de Campeão!

O dérbi eterno de Lisboa é o jogo mais esperado do futebol português. Seja Benfica-Sporting ou Sporting-Benfica, os adeptos vivem-no de uma forma especial. No dia em que o Estádio da Luz celebra 16 anos, o Site Oficial diz-lhe qual foi o 16.º golo oficial de um dérbi na casa dos encarnados.

Na 11.ª jornada do Campeonato Nacional da época 2011/12, o Benfica recebeu o Sporting. Jogo equilibrado, com as águias a levarem a melhor sobre o rival. O espanhol Javi García, aos 42’, com um cabeceamento ao primeiro poste após um pontapé de canto, bateu Rui Patrício e deu os três pontos aos da casa.

Javi García (42’)

 

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Ao subscrever autorizo o envio de propostas e comunicação oficial.

Irás receber brevemente um e-mail de confirmação da subscrição.

Must Read

SÃO JOÃO EM CASA

Elba Ramalho, Mastruz, Limão com Mel: confira 11 lives para assistir no São João Bohemia

Itália dispensará uso obrigatório de máscara ao ar livre a partir do dia 28

Após ter sido um dos primeiros países a viver a realidade do coronavírus e entrar em crise sanitária, chegou a vez da Itália de...

Cantor e compositor Roberto Lins lança EP com canções para curtir o São João

Pode ir preparando a sala de casa, a sandália de couro e o chapéu, que o repertório deste período junino fica por conta do...

Agrestina amplia vacinação para público com idade a partir dos 40 anos

A vacinação desse público tem início nesta terça-feira Nesta terça-feira, começa a vacinação contra a covid-19 para o público geral com idade a partir dos...

PERNAMBUCO RECEBE MAIS 310 MIL DOSES DE VACINAS ASTRAZENECA

Pernambuco recebeu, no domingo passado uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 da Astrazeneca/Fiocruz, para avanço da aplicação da segunda dose na população....