Início Esporte Manifestantes fecham ruas da Bolívia em protesto contra reeleição de Evo Morales...

Manifestantes fecham ruas da Bolívia em protesto contra reeleição de Evo Morales – G1

Na manhã desta sexta-feira, houve interdição de algumas vias no norte e no sul de La Paz. Testemunhas da Reuters não relataram incidentes violentos porém, na noite de quinta, manifestantes entraram em confronto com forças de segurança nas ruas da cidade.

O diretor da Unidade Operativa de Trânsito de La Paz, Abel Claros, disse que a cidade amanheceu com bloqueios concentrados fundamentalmente na zona sul em protesto contra os resultados das eleições gerais. “Na zona central, a situação é quase normal”, afirmou aos repórteres.

Na noite de quinta-feira, com 99,99% das urnas apuradas, a contagem de votos mostrou que Evo obteve 47,07% dos votos; Mesa obteve outros 36,51%.

O vice-ministro do Orçamento e da Contabilidade Fiscal, Jaime Duran, disse que o conflito dos últimos dias “sem dúvida” terá um efeito sobre a economia, que mesmo assim “tem uma grande capacidade de resposta”.

Primeiro presidente de origem indígena na Bolívia, Evo se elegeu pela primeira vez em 2006. Ele acusa a oposição de tentar um golpe de Estado ao não reconhecer o resultado das eleições, que ocorreram no domingo passado.

Os protestos começaram ainda no domingo, quando uma contagem oficial de votos foi suspensa durante quase 24 horas enquanto os resultados apontavam a necessidade de um segundo turno. Evo, de 59 anos, insistia que seu partido Movimento ao Socialismo (MAS) obteria vitória ainda na primeira rodada.

“Tem que haver um segundo turno… a justiça eleitoral lamentavelmente não é confiável”, disse nesta sexta-feira Marco Antonio Fuentes, parlamentar de La Paz.

O ex-presidente e candidato opositor do partido Comunidade Cidadã, Carlos Mesa, de 66 anos, disse nesta sexta-feira ao canal Unitel que “o governo está desprezando o voto popular, o governo está desprezando as gigantescas mobilizações em todos os departamentos do país… (e) uma paralisação indefinida que é cumprida rigorosamente”.

A equipe de observadores oficiais da Organização dos Estados Americanos (OEA) havia recomendado na quinta-feira que a Bolívia convoque um segundo turno depois da interrupção inesperada da contagem e uma mudança repentina a favor de Evo o que irritou o presidente.

Must Read

Maíra Cardi se pronuncia após PA recusar presente: “Ego bobo”

Nesta sexta-feira (13), a influenciadora Maíra Cardi, de 38 anos, retornou ao Instagram após o seu afastamento, e falou sobre a polêmica com Paulo...

Michelle Barros anuncia saída da Globo: “Aberta ao que vier!”

A jornalista Michelle Barros (42) anunciou sua saída da emissora Globo. Ela integrava a equipe de profissionais em São Paulo e já apresentou diversos...

Pastor morre após ser atingido por bala perdida

Uma troca de tiros envolvendo três criminosos, na noite desta quinta-feira (12), culminou na morte de um pastor evangélico. O caso aconteceu...

Brasiliense Vivi Araújo volta a lutar no UFC neste sábado

Há um ano, a brasiliense Vivi Araújo deixava o octógono do UFC com uma derrota para Katlyn Chookagian, na luta mais dura que fez na organização...

Celular no trânsito: 675 motoristas são multados por dia

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) divulgou um estudo mostrando que, a cada uma hora, são registradas 28 infrações de...