Início Geral Lula recusa semiaberto: ‘Não troco minha dignidade pela liberdade’

Lula recusa semiaberto: ‘Não troco minha dignidade pela liberdade’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu nesta 2ª feira (30.set.2019) não aceitar o pedido de progressão de regime feito pela força-tarefa da Lava Jato à Justiça do Paraná para que ele cumprisse pena em regime semiaberto. A informação foi confirmada ao Poder360 por 1 de seus advogados, Luiz Carlos da Rocha.

Em carta, o ex-presidente disse que não aceita “barganhar” os seus direitos e sua liberdade.

“Quero que saibam que não aceito barganhar meus direitos e minha liberdade. Já demonstrei que são falsas as acusações que me fizeram. São eles e não eu que estão presos às mentiras que contaram ao Brasil e ao mundo. Diante das arbitrariedades cometidas pelos procuradores e por Sergio Moro, cabe agora à Suprema Corte corrigir o que está errado para que haja justiça independente e imparcial, como é devido a todo cidadão”, disse em carta divulgada no Twitter.

O petista se reuniu com advogados na manhã de hoje na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde está preso desde 7 de abril de 2018.

Além de Luiz Carlos da Rocha, estiveram com Lula: a deputada federal e presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), Cristiano Zanin e 4 outros advogados que trabalham na defesa do ex-presidente.

Lula foi condenado a 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex do Guarujá (SP). Ele sempre alegou ser inocente.

A decisão veio 2 dias após o ex-presidente cumprir 1/6 da pena, tempo necessário para ter direito ao benefício. E 3 dias após a força-tarefa da Lava Jato no Paraná se manifestar a favor da saída de Lula da prisão.

Mais cedo, a juíza federal Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Curitiba, pediu que a Superintendência da PF em Curitiba disponibilize 1 certificado de conduta do ex-presidente para avaliar uma eventual concessão de progressão de pena ao ex-presidente para o semiaberto.

Os procuradores alegaram “bom comportamento” e “iminência” de cumprimento temporal. Também pediram a dispensa do pagamento da indenização. “Trata-se de direito do apenado de, uma vez preenchidos os requisitos objetivos e subjetivos, passar ao cumprimento da pena no regime mais benéfico”, afirmaram.

Em junho, o MPF (Ministério Público Federal) também já havia manifestado ao STJ (Superior Tribunal Federal) à favor do ex-presidente. Para os procuradores, naquele momento,  Lula já teria cumprido tempo suficiente de sua pena. A manifestação, no entanto, ainda não foi analisada pelo Tribunal.

De acordo com manifestação enviada ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) pela então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o ex-presidente já teria cumprido tempo suficiente da pena desde junho. No entanto, o Tribunal ainda não analisou a manifestação e não tem data prevista para fazê-lo.

Apesar da manifestação, Lula não voltou atrás de sua decisão de se recusar a deixar a prisão, pois pretende ir para casa somente depois de eventual absolvição ou anulação da sentença. Também rechaça a possibilidade de uso de tornozeleira eletrônica.

Ao sair da PF, o advogado Cristiano Zanin disse que Lula “não reconhece a legitimidade do processo e da condenação que foi imposta à ele e depois analisada pelas Instâncias superiores a partir de elementos coletados pela condução do ex-juiz Sergio Moro”.

A decisão de Lula vem ainda em meio a possibilidade de uma decisão do STF anular condenações da operação Lava Jato e fazer com que as duas ações nas quais o ex-presidente foi condenado sejam devolvidas à 1ª Instância. Na última 5ª feira (26.set), a maioria dos ministros defendeu a tese que favorece a suspensão das sentenças. O julgamento será retomado na próxima 4ª feira (2.out), quando deve ser definido o alcance da decisão.

Zanin disse que a defesa de Lula ainda não recebeu nenhuma intimação da Justiça para que se manifestem sobre o pedido feito pela força-tarefa da Lava Jato. Segundo ele, quando receberem apresentaram uma manifestação seguindo o posicionamento do ex-presidente de não ir ao semiaberto.

Assista à entrevista de Zanin à jornalistas após reunião com Lula (8min23seg):

Eis a integra da carta de Lula:

“Ao povo brasileiro,

Não troco minha dignidade por minha liberdade.

Tudo que os procuradores da Lava Jato deveriam realmente fazer é pedir desculpas ao povo brasileiro, aos milhões de desempregados e à minha família pelo mal que fizeram à democracia, à Justiça e ao país.

Quero que saibam que não aceito barganhar meus direitos e minha liberdade.

Já demonstrei que são falsas as acusações que me fizeram. São eles e não eu que estão presos às mentiras que contaram ao Brasil e ao mundo.

Diante das arbitrariedades cometidas pelos procuradores e por Sergio Moro, cabe agora à Suprema Corte corrigir o que está errado para que haja justiça independente e imparcial, como é devido a todo cidadão.

Tenho plena consciência das decisões que tomei nesse processo e não descansarei enquanto a verdade e a Justiça não voltarem a prevalecer.”

__________________________________________________________________

Vídeo: Dallagnol defende Lava Jato e denuncia vingança (AFP)

Curta a nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes

Dê uma classificação geral para o site:

Must Read

Elirio Dambros fala sobre prós e contras do uso de fraldas descartáveis

Que as fraldas descartáveis vieram para facilitar a vida dos pais, disso ninguém tem dúvida. No entanto, ainda se investiga os impactos causados pelo seu uso na saúde...

Toguro do Sport? Influencer exibe faixa do Leão da Ilha em partida do Brasil na Copa do Mundo

Influencer foi um dos mais compartilhados no ano, com vídeos motivacionais em situações inusitadas Um personagem que marcou a internet em 2022 conquistou os torcedores...

Nome de Gilson Machado já é favorito para disputa municipal em 2024

O atual diretor-presidente da Embratur e ex-Ministro do Turismo segue sendo principal referência em apoio, fidelidade e alinhamento com Bolsonaro, para os conservadores no...

Brasil vence a Suíça e está classificado para as oitavas de final da Copa do Mundo

Vitória contra a Suíça fez o Brasil garantir matematicamente a classificação para as oitavas de final O Brasil já garantiu vaga nas oitavas de final...

Alerta laranja de perigo de chuvas intensas em Afrânio e Petrolina

Os municípios de Afrânio e Petrolina estão em alerta laranja de perigo potencial de chuvas intensas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), previsão...