Liga “lamenta profundamente” morte de Jordão

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) lamentou esta sexta-feira “profundamente” a morte de Rui Jordão, no Hospital de Cascais, onde estava internado, em consequência de problemas cardíacos.

Na nota publicada no site oficial na Internet, o organismo que tutela o futebol profissional em Portugal lembrou a carreira do antigo avançado, que morreu aos 67 anos.

“A Liga Portugal lamenta, profundamente, o desaparecimento de Rui Manuel Trindade Jordão, antigo jogador de Benfica, Vitória [de Setúbal], e glória do Sporting”, indica a LPFP.

O antigo jogador, natural de Benguela, destacou-se no Benfica, clube no qual iniciou a carreira, em 1971/72, e no Sporting, tendo disputado 43 jogos pela seleção portuguesa e marcado 15 golos, dois dos quais no Europeu de 1984, no qual Portugal foi eliminado nas meias-finais.

Jordão, que jogou também no Saragoça e no Vitória de Setúbal, onde terminou a carreira, em 1988/89, foi melhor marcador do campeonato português nas épocas 1975/76 e 1979/80, tendo conquistado seis títulos de campeão nacional, três Taças de Portugal e uma Supertaça portuguesa.

Uma das mulheres mais poderosas do desporto em entrevista: “Portugal é um grande parceiro”

Os heróis do Alverca um a um, entre eles está uma máquina de guerra

A análise aos jogadores do Sporting em Alverca: só dois caíram de pé

O Sporting precisa de uma desintoxicação da instabilidade

Fernando Gomes e os outros 363 dias do ano

Um aviso claro ao investidor: “Que a SAD venha de bolsos cheios…”