Início Justiça Léo Pinheiro, da OAS, diz que pagava propina a líder do governo...

Léo Pinheiro, da OAS, diz que pagava propina a líder do governo no Senado

O ex-presidente da OAS Léo Pinheiro afirmou em delação premiada que o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), recebeu propina da empreiteira em troca de liberação de recursos. Os fatos relatados são da época em que Bezerra Coelho era ministro do Integração Nacional (de 2011 a 2013), no governo Dilma (PT), e por obras do governo de Pernambuco (de 2007 a 2010), comandado então por Eduardo Campos (PSB).

As informações foram publicadas pelo jornal O Globo nesta 2ª feira (30.set.2019).

De acordo com a publicação, as declarações de Pinheiro devem servir para complementar as investigações tocadas pela PF (Polícia Federal). O órgão comandado pelo ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) realizou em 19.set.2019 operação de busca e apreensão nos endereços de Bezerra Coelho e de seu filho, o deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE).

Na época da operação da PF, Bezerra Coelho colocou o cargo dele à disposição de Jair Bolsonaro. O presidente disse que não iria fazer mudanças enquanto não houvesse provas concretas contra o senador.

Na delação de Pinheiro, homologada pelo Supremo Tribunal Federal no início do mês, são relatados os seguintes fatos:

Em nota enviada ao O Globo, o advogado André Callegari, que faz a defesa do senador Fernando Bezerra, afirmou que não teve acesso à delação, mas que “conforme jurisprudência já assentada pelo Supremo Tribunal Federal, a palavra do colaborador isoladamente não é apta sequer para receber uma denúncia”. “Ressalta ainda que o senador não foi candidato em 2010 e não teve participação na coordenação da campanha do governador Eduardo Campos à reeleição. O senador confia que a investigação será arquivada”, afirma.

Ao O Globo, o ex-governador Teotônio Vilela Filho afirmou, em nota, que desconhece a delação e que “nunca recebeu vantagens indevidas, de quem quer que seja, em toda sua vida pública”. Disse ainda que os recursos de campanhas foram declarados à Justiça Eleitoral.

______________________

Vídeo: Dallagnol defende Lava Jato e denuncia vingança (AFP)

Curta a nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes

Dê uma classificação geral para o site:

Must Read

Maíra Cardi se pronuncia após PA recusar presente: “Ego bobo”

Nesta sexta-feira (13), a influenciadora Maíra Cardi, de 38 anos, retornou ao Instagram após o seu afastamento, e falou sobre a polêmica com Paulo...

Michelle Barros anuncia saída da Globo: “Aberta ao que vier!”

A jornalista Michelle Barros (42) anunciou sua saída da emissora Globo. Ela integrava a equipe de profissionais em São Paulo e já apresentou diversos...

Pastor morre após ser atingido por bala perdida

Uma troca de tiros envolvendo três criminosos, na noite desta quinta-feira (12), culminou na morte de um pastor evangélico. O caso aconteceu...

Brasiliense Vivi Araújo volta a lutar no UFC neste sábado

Há um ano, a brasiliense Vivi Araújo deixava o octógono do UFC com uma derrota para Katlyn Chookagian, na luta mais dura que fez na organização...

Celular no trânsito: 675 motoristas são multados por dia

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) divulgou um estudo mostrando que, a cada uma hora, são registradas 28 infrações de...