Início Esporte Grã-Bretanha vai deixar a UE em 31 de outubro, diz ministro britânico...

Grã-Bretanha vai deixar a UE em 31 de outubro, diz ministro britânico – Jornal O Globo

LONDRES – O

Brexit

vai acontecer até

31 de outubro,

disse o ministro do governo britânico

Michael Gove,

neste domingo, apesar de os legisladores obrigarem o primeiro-ministro

Boris Johnson

a enviar uma carta no sábado à

União Europeia (UE)

solicitando um adiantamento do prazo.

O Parlamento frustrou a tentativa de Johnson de garantir apoio ao seu acordo de divórcio na UE no sábado, retendo sua aprovação para desencadear uma lei aprovada no mês passado para forçá-lo a enviar uma carta ao bloco pedindo

adiar o prazo para 31 de janeiro.

A medida foi criada para evitar qualquer risco de que a Grã-Bretanha possa deixar a UE sem um acordo em 31 de outubro.

– Vamos sair em 31 de outubro, temos os meios e a capacidade de fazê-lo – disse Gove, o ministro encarregado dos preparativos sem acordo do Brexit, à Sky News. – Essa carta foi enviada porque o parlamento exigia que fosse enviada (..), mas o parlamento não pode mudar a mente do primeiro-ministro, o parlamento não pode mudar a política ou determinação do governo.

LEIA AINDA:Entenda como o acordo do Brexit evita a imposição de uma fronteira entre as Irlandas

Johnson enviou uma carta à União Europeia solicitando um atraso conforme a lei exigia, mas ele não assinou o documento e acrescentou outra nota dizendo que não queria uma extensão do Brexit “profundamente corrosiva”.

Gove disse que o risco de sair sem acordo aumentou:

– Se tivéssemos nossa vitória ontem, estaríamos em uma rota clara para um acordo – disse ele. – Agora, como resultado dessa votação, não podemos garantir que qualquer extensão seja concedida.

VEJA TAMBÉM: Boris Johnson envolve a rainha Elizabeth II no pesadelo do Brexit

O presidente do Conselho Europeu Donald Tusk disse que consultaria os líderes da UE antes de responder à carta de Johnson. No entanto, era improvável que os 27 estados membros restantes da UE recusassem o pedido de atraso da Grã-Bretanha.

Gove disse que o governo intensificaria os preparativos para um Brexit sem acordo, incluindo o desencadeamento de seus planos de contingência “Operação Yellowhammer”.

– O risco de sair sem acordo aumentou, na verdade, porque não podemos garantir que o Conselho Europeu conceda uma prorrogação. Por isso, hoje mais tarde, presidirei uma reunião da comissão do Gabinete (…) para garantir que a próxima etapa de nossos preparativos para a saída, nossa preparação para um não acordo, seja acelerada – afirmou.

Must Read

Novo guia do Coronel Alberto Feitosa mostra imagens do Coronel e do Capitão como militar

O guia exibido nesta semana traz imagens de Jair Bolsonaro e do deputado Alberto Feitosa em momentos paralelos da carreira militar e da vida...

Em vídeo, Charlles revela que já recebeu várias propostas para comprar ‘lotes de votos’ em municípios pernambucanos

Na última quarta-feira, 21 de setembro, um vídeo publicado por Charlles e Tiringa no canal Comédia Selvagem tem gerado repercussão, principalmente pelo fato de...

Maria Arraes participa de grande ato político com vereadores de Ipojuca

A candidata a deputada federal, Maria Arraes, participou de um grande ato político em Ipojuca na noite desta quinta-feira (22), promovido pelos vereadores Deoclécio...

Datafolha: Com 50% dos votos válidos, Lula amplia chance de vencer no 1º turno

O Instituto Datafolha divulgou, na noite desta quinta-feira (22), uma nova rodada da pesquisa que analisa a preferência dos eleitores em relação aos candidatos...

Parque Capibaribe tem nova etapa de obra iniciada

Bloco contempla a urbanização do Cais da Vila Vintém, na Zona Norte, e o Cais do Caiara, na Zona Oeste do Recife. O Parque Capibaribe,...