Início Esporte General Santos Cruz se recusa a citar nomes de membros das 'milícias...

General Santos Cruz se recusa a citar nomes de membros das ‘milícias virtuais’ – Terça Livre TV

? CLIQUE PARA OUVIR A MATÉRIA OU PAUSARA maior expectativa em torno do depoimento de Carlos Alberto dos Santos Cruz na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, nesta terça-feira (26), era a possível relevação de nomes de pessoas que fazem parte ou coordenam as supostas ?milícias virtuais?.

No entanto, para a decepção, principalmente dos deputados, Santos Cruz evitou citar nomes. ?Eu não tenho nenhuma evidência em mãos, se eu tivesse, entregaria aqui sem nenhum problema?, justificou o ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

O general disse que não pode expor pessoas sem provas concretas. Mesmo pressionado por deputados como Natália Bonavides (PT/RN); Rui Falcão (PT/SP) e pelo Senador Humberto Costa, que se disse ?frustrado? com a postura de Santos Cruz, o general não deu o braço a torcer. ?Esperava que viria mais?, lamentou Humberto Costa.

Santos Cruz disse que talvez o petista tivesse criado uma ?super expectativa? sobre sua participação e que, não era por questão de ?lealdade? ao presidente que não revelaria os supostos nomes envolvidos nas ?milícias virtuais?.

?Não posso pegar uma pessoa e sair [sic] fazendo festa, chutando, muitas vezes quem tem a culpa comprovada. Não é nem ético, é coisa de justiça. É por questão de honestidade?, declarou.

O presidente da CPMI, senador Angelo Coronel (PSD-BA) e a relatora, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), chegaram a propor uma reunião sigilosa para que o general se sentisse mais ?à vontade? para então expor os nomes de quem considerava miliciano virtual. Ele negou.

Santos Cruz fez ainda sugestões para o trabalho da CPMI. O conselho do general é para que a Comissão contrate empresa para descobrir donos de perfis anônimos na web e depois, entregá-los à Polícia Federal.

Fake news na CPMI das fake newsA relatora Lídice da Mata, alegou que assessor internacional da Presidência, Filipe Martins publicou um tuíte o chamando o general de embusteiro, carreirista e traidor.A postagem, no entanto, nunca existiu e a afirmação foi desmentida pelo deputado federal Carlos Jordy (PSL/RJ).Disciplinar nas mídias sociais

Questionado pela deputada Caroline De Toni (PSL/SC) sobre ter defendido que as redes sociais precisam ser disciplinadas, por conta da atuação nessas redes do que ele chama de grupos radicais, ele negou que tenha feito a afirmação e que o vídeo de sua entrevista, concedida em Boston no mês de abril, foi editada e distorcida.

Must Read

Convidado para início do Espanhol, Luva de Pedreiro é “apresentado” no Atlético de Madrid

Influenciador digital está em viagem à Europa e pagou de novo reforço dos Colchoneros, com direito a fotos nos vestiários e nas arquibancadas do...

Ato pela democracia recorda mortos na ditadura, pede respeito ao sistema eleitoral e leva multidão ao Centro de SP

Evento reuniu milhares dentro e fora da Faculdade de Direito da USP. No salão nobre, ex-ministro José Carlos Dias leu carta 'Em Defesa da...

Marília Arraes apresenta o “Maria da Penha nas Escolas” e medidas de combate à violência contra a mulher durante sabatina na Rádio Jornal

Durante uma sabatina realizada pela Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira, no Recife, a candidata ao Governo de Pernambuco Marília Arraes apresentou às mulheres...

Jarbas Filho intensifica agenda na região metropolitana do Recife

Político tem realizado diversas visitas em bairros da capital pernambucana. Por onde passa, o candidato a deputado estadual Jarbas Filho (PSB) tem sido muito bem...

Festa de Setembro movimentará cerca de R$ 15 milhões em Serra Talhada

Maior evento do calendário festivo de Serra Talhada, a Festa de Setembro 2022 já vem aquecendo o comércio e movimentando a economia da cidade,...