“Fiquei quieto por 45 anos”, diz Paulo Coelho sobre suposta traição de Raul Seixas – Jornal Correio do Povo (Assinatura)

O escritor Paulo Coelho comentou, nesta quarta-feira, sobre a suposta traição que teria sofrido de Raul Seixas na época da Ditadura Militar: “Fiquei quieto por 45 anos. Achei que levava segredo para o túmulo”, tuitou.

Segundo a reportagem publicada, nesta quarta-feira, pela Folha de São Paulo, a nova biografia sobre Raul Seixas, “Não Diga que a Canção Está Perdida”, escrita pelo jornalista Jotabê Medeiros, cita a suspeita de que o roqueiro teria entregado o amigo para os militares. 

Coelho, no entanto, enfatizou que não está acusando Raul de nada: “Estou dizendo que era uma SUSPEITA que nunca comprovei”. 

O caso ocorreu em maio de 1974, quando Raul tinha sido chamado para dar um depoimento ao Departamento de Ordem Política e Social (Dops) para esclarecer as músicas que ele e Paulo tinham escrito para o álbum “Krig-ha, Bandolo!”. Raul tentou entrar em contato com o escritor para acompanhá-lo, mas o amigo não entendeu a mensagem cifrada enviada pelo músico. 

Conforme o livro, Coelho foi chamado para um interrogatório, onde foi acompanhado de Raul, mas não sabia que o roqueiro já tinha ido ao Dops sozinho. Na matéria, Medeiros contou que teve acesso aos documentos, no Arquivo Público do Rio de Janeiro, e notou as diferenças das datas registradas dos depoimentos. 

Segundo os documentos, a polícia foi até o apartamento de Paulo e prendeu a sua namorada, Adalgisa Rios. Na mesma semana, o autor entrou em um táxi com Seixas e foi capturado novamente e levado para um lugar desconhecido, onde foi torturado por duas semanas. A suspeita era de que Paulo fosse militante do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR). 

O escritor confirmou que só tomou conhecimento dos documentos do Dops depois que o Jotabê lhe mostrou. “Eu vi os documentos que Jotabê me enviou, já tinha conversado com Raul a esse respeito (um dia que ele estava, digamos…) e águas passadas não movem moinhos”, tuitou. 

Fiquei quieto por 45 anos. Achei q levava segredo para o túmulo https://t.co/cupAZFR4hW

Paulo Coelho (@paulocoelho) October 23, 2019

não estou dizendo isso. Estou dizendo que era uma SUSPEITA que nunca comprovei

Paulo Coelho (@paulocoelho) October 23, 2019

Não faça isso. Eu vi os documentos que Jotabê me enviou, já tinha conversado com Raul a esse respeito (um dia que ele estava, digamos…) e águas passadas não movem moinhos https://t.co/2KoaUeQeUb

Paulo Coelho (@paulocoelho) October 23, 2019