Início Policia 'Fechou a minha boca e apertou meu pescoço', diz vítima de homem...

‘Fechou a minha boca e apertou meu pescoço’, diz vítima de homem que forjou o próprio sequestro

Segundo Varli da Silva, homem invadiu sua casa, em Jaboatão, dizendo que iria matá-la. ‘Ele me xingou e foi logo me esbofeteando’, conta. Suspeito foi preso e confessou o crime.

Após ser agredida em casa por Jonas Araújo de Melo, de 38 anos, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, a idosa Varli Fernandes da Silva, de 61 anos, contou à polícia que foi asfixiada pelo homem, que só saiu da residência quando achou que ela estava morta. Dias depois, ele forjou o próprio sequestro para extorquir R$ 30 mil dos próprios familiares.

Em parte do depoimento de Varli, divulgado pela Polícia Civil nesta segunda (7), a idosa relata ter sido fortemente espancada. “Ele chegou, me espancou e depois saiu. Achei que ele fosse buscar uma arma, mas ele voltou e me bateu de novo”, conta.

O caso aconteceu no dia 13 de setembro. Jonas foi preso no dia 2 de outubro após forjar um auto sequestro. À Polícia Civil, ele assumiu tanto o espancamento quanto a armadilha.

Varli foi encontrada agonizando no chão dois dias após ser agredida. Ela conta que estava sozinha em casa quando Jonas apareceu anunciando que iria matá-la.

“Ele me xingou e foi logo me esbofeteando. Colocou a mão no meu nariz para me sufocar, fechou a minha boca e apertou meu pescoço. Eu segurei os dedos dele nos dentes”, lembra.

Ainda segundo o relato da idosa, o rapaz teria fugido ao pensar que ela estava morta. “Meus olhos logo incharam, fiquei com dificuldade para enxergar. Ele me chutou e foi embora”, conta.

De acordo com o delegado Claudio Neto, responsável pela investigação do caso, um mandado de prisão foi expedido em caráter sigiloso no dia seguinte à agressão.

Sequestro forjado

Poucos dias depois da agressão, Jonas entrou em contato com os próprios familiares pelo Facebook, dizendo que havia sido sequestrado e que precisava de R$ 30 mil para ser liberado. Caso contrário, a família seria toda assassinada, segundo o rapaz.

Ao receber as mensagens de Jonas, a família entrou em contato com o delegado. Orientada pela polícia, a tia do rapaz fingiu que tinha conseguido parte do montante e marcou um encontro com Jonas. A ação policial que resultou na prisão dele, no bairro de Socorro, em Jaboatão, durou três horas.

Após ser preso, ele confessou a agressão e o falso sequestro. Depois de ser interrogado, foi levado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Must Read

Durante encontro, João Campos e Danilo Cabral reforçam apoio a Hélio Guabiraba

O candidato a deputado estadual Hélio Guabiraba se reuniu mais uma vez com o prefeito do Recife, João Campos, e com o candidato a...

Festival terá shows de Luiza Sonza e Iza, no Recife

No dia 26 de novembro, na área externa do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, vai rolar a primeira edição do La Folie...

Academia Recife oferece acompanhamento nutricional gratuito

Aliar um acompanhamento nutricional à prática frequente de exercícios físicos é fundamental para pessoas que buscam uma maior qualidade de vida. Quem mantém uma...

Série que marca estreia de Ludmilla na televisão ganha data de estreia

A plataforma de streaming Globoplay anunciou, na última quinta-feira (11), a data de início da segunda temporada de Arcanjo Renegado, série que marca a estreia...

Anne Heche morre aos 53 anos após acidente de carro

A atriz Anne Heche teve sua morte confirmada nesta sexta-feira (12), aos 53 anos. Ela estava em coma desde o último dia 5, após...