Início Brasil Ernesto Araújo rebate críticas sobre visita de Pompeo: ‘Não serviu de palanque...

Ernesto Araújo rebate críticas sobre visita de Pompeo: ‘Não serviu de palanque eleitoral’

Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo negou que a visita de Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, a Roraima serviu de plataforma eleitoral para o presidente Donald Trump, que tenta a reeleição em novembro. Rebatendo as críticas, Araújo afirmou que o encontro teve como finalidade discutir com o chanceler a imigração venezuelana na região. “Foi dito, e talvez seja uma das críticas principais à visita do secretário Mike Pompeo, que ela foi uma plataforma eleitoral para as eleições de novembro nos EUA. Bem, não é assim. Um dos elementos que mostra que não é assim é que existe nos Estados Unidos uma grande convergência entre republicanos e democratas sobre a situação na Venezuela”, disse Araújo, nesta quinta-feira, 24.

A visita, que ocorre em meio à campanha presidencial nos EUA, foi alvo de críticas de parlamentares, entre eles o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou que a conduta do governo brasileiro no episódio não “condiz com a boa prática diplomática internacional” e afronta as políticas brasileiras externa e de defesa. Nas três horas em que esteve em Boa Vista, ao lado de Araújo, Pompeo conheceu as instalações da Operação Acolhida, que recebe imigrantes venezuelanos, e endureceu o discurso contra o presidente Nicolás Maduro, a quem chamou de “narcotraficante”.

Araújo, no entanto, argumentou que há uma “grande convergência” entre republicanos e democratas nos EUA sobre como se posicionar em relação à Venezuela – o país e o Brasil estão entre as nações que não reconhecem o governo de Maduro e consideram o opositor Juan Guaidó como presidente. Para o chanceler brasileiro, “tudo indica” que a posição dos EUA em relação à Venezuela e ao governo Maduro não mudará com uma eventual vitória da oposição, cujo candidato é o democrata Joe Biden. “Não faz muito sentido pensar nisso como uma plataforma eleitoral, já que não há diferença substantiva entre posição de republicanos e democratas em relação à Venezuela. Ou seja, tudo indica que, se houver uma vitória democrata nas eleições de novembro, a atitude norte-americana para a Venezuela continuará exatamente a mesma”, disse Araújo.

Assim, o chanceler disse que uma vitória de Biden não deve mudar a situação entre Estados Unidos e Venezuela. “Não é fato que a proximidade do Brasil seja com Trump, e não com os EUA. Isso é uma interpretação, um direito da senhora, mas é ao contrário. Tudo o que estamos fazendo com os EUA tenho certeza que é de interesse permanente para os dois países. Um governo democrata, provavelmente, manteria esse mesmo enfoque, a menos que queiram trabalhar contra os seus próprios interesses, que tenho certeza que não seria o caso”.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

 

 

Must Read

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Palas Pinho 20 anos de carreira no movimento brega

Palas Pinho uma das artistas mais respeitadas e querida do cenário musical Pernambucano, completa 20 anos de carreira no movimento brega, em 2001 ela implaca...

Secretaria do Trabalho estadual abre inscrições para Fenearte 2021

Quatro estandes serão disponibilizados para empreendimento solidários num dos espaços mais nobres da cultura pernambucana A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco abre,...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Diogo Moraes caminha a passos lagos para renovar seu mandato na Alepe

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB), está pavimentando com pedras solidas, o caminho para o seu 4º mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE)....