Início esporte Economistas elevam previsão para o PIB de 2019 e veem Selic a...

Economistas elevam previsão para o PIB de 2019 e veem Selic a 4,5% em 2020 – InfoMoney

(Shutterstock)

Após onze semanas em queda, as instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) aumentaram a estimativa para a inflação este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA a inflação oficial do país) subiu de 3,26% para 3,29%.

A informação consta do boletim Focus, publicado às segundas-feiras pelo Banco Central (BC), com projeções de instituições para os principais indicadores econômicos.

Para 2020, a estimativa de inflação caiu de 3,66% para 3,60%, na quinta redução seguida. A previsão para os anos seguintes não teve alterações: 3,75% em 2021, e 3,50% em 2022.

As projeções para 2019 e 2020 estão abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

O principal instrumento usado pelo BC para controlar a inflação é a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 5,5% ao ano.

De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve cair para 4,5% ao ano até o fim de 2019. Para 2020, a expectativa é que a taxa básica permaneça nesse mesmo patamar. Para 2010 e 2022, as instituições financeiras estimam que a Selic termine o período em 6,38% ao ano e 6,5% ao ano, respectivamente.

Crédito mais baratoQuando o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC reduz a Selic, como prevê o mercado financeiro este ano, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Já quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. E a manutenção da Selic indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação.

Atividade econômicaA projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) a soma de todos os bens e serviços produzidos no país subiu de 0,88% para 0,91%. As estimativas para os anos seguintes não foram alteradas: 2% em 2020; e 2,50% em 2021 e 2022.

A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar também permanece em R$ 4 para o fim deste ano e para 2020.

Must Read

Na Anatel, André Ferreira recebe compromisso de ampliação do serviço de telefonia em 50 municípios do interior do Estado

Na Anatel, André Ferreira conquista ampliação do serviço de telefonia em 50 municípios do interior do Estado. O deputado federal André Ferreira (PSC-PE) se reuniu...

Municípios do Sertão avançam no Plano de Convivência

Nas gerências regionais com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, estabelecimentos poderão funcionar até às 20h   O Governo de Pernambuco, após análise...

Agrestina vivencia São João “Cada qual na sua casa” com forró volante pelas ruas da cidade e vilas

Neste ano de 2021 o tradicional São João de Agrestina será diferente, com “Cada qual na sua casa”. Esse foi o tema escolhido pela...

SÃO JOÃO EM CASA

Elba Ramalho, Mastruz, Limão com Mel: confira 11 lives para assistir no São João Bohemia

Itália dispensará uso obrigatório de máscara ao ar livre a partir do dia 28

Após ter sido um dos primeiros países a viver a realidade do coronavírus e entrar em crise sanitária, chegou a vez da Itália de...