Início esporte Corinthians 'vinga' Brasileirão, bate a Ferroviária e conquista o bi da Libertadores...

Corinthians ‘vinga’ Brasileirão, bate a Ferroviária e conquista o bi da Libertadores Feminina – Meu Timão

A América volta a ser preta e branca. Na noite desta segunda-feira, o Corinthians bateu a Ferroviária por 2 a 0 e garantiu o título da Libertadores da América. Os gols da equipe alvinegra foram marcados por Giovanna Crivelari, que entrou na etapa final do confronto decisivo, e Juliete.

Esse é o segundo título do Timão no torneio. Em 2017, o clube também subiu ao lugar mais alto do pódio. Naquela altura, porém, a equipe ainda era Corinthians/Audax, por conta de parceria com o time do interior. A conquista em Quito, então, é a primeira de forma “independente”.

A decisão continental foi, vale lembrar, uma espécie de desempate para as equipes. No Paulistão, o Corinthians levou a melhor, enquanto a Ferroviária ficou com o título do Campeonato Brasileiro. Agora, o Timão passa a frente com dois triunfos em três mata-matas.

Agenda – Agora o Corinthians se prepara para as finais do Campeonato Paulista, contra o São Paulo. O primeiro jogo, no Morumbi, está marcado para sábado, às 11h.

Confira os gols da vitória do Corinthians

Escalação

Desfalcado da volante Ingryd, o Corinthians entrou em campo com uma escalação diferente. Com o intuito de dificultar o ataque da Ferroviária pelos lados, o técnico Arthur Elias escalou duas laterais na direita e na esquerda.

O Timão, então, entrou em campo com Lelê; Katiuscia, Pardal, Érika e Juliete; Paulinha, Grazi, Gabi Zanotti e Tamires; Vic Albuquerque e Millene.

Reprodução/Instagram

Primeiro tempo

O Corinthians mostrou qual seria o panorama da etapa inicial logo no primeiro minuto. Marcando em cima, a equipe alvinegra levou perigo com pressão de Millene, mas Luciana saiu bem para evitar o perigo. No lance seguinte, Vic tomou a bola na saída e bateu prensada.

Com dificuldades para sair, a Ferroviária conseguiu uma rara escapada aos seis, em chute de Nenê por cima. Três minutos depois, o Timão abriu o placar com Tamires, aproveitando cruzamento de Millene no segundo pau. De forma equivocada, porém, a bandeira anulou o tento – a lateral estava em condição legal.

O Timão seguiu em cima. Aos 11, Millene puxou para o meio e bateu, mas parou em Luciana. A arqueira adversária estava disposta a segurar o ímpeto alvinegro. Aos 16, Gabi Zanotti arriscou de fora e ela encaixou. Na sequência, a camisa 10 invadiu a área após matar bonito no peito, mas bateu fraco e parou novamente na goleira.

Mesmo com o Corinthians marcando a saída de bola da Ferroviária, o jogo se equilibrou, com muita briga no meio de campo. Aos 33, um novo erro da bandeira evitou boa chance de Millene, que entrava livre para finalizar. Cinco minutos depois, a própria centroavante tentou bicicleta, mais sem sucesso.

Antes do intervalo, o Timão teve duas boas chances. Primeiro, Juliete cruzou e a bola acabou indo em direção ao gol, parando no travessão. Pouco depois, Millene aproveitou falha da defesa e entrou livre, cara a cara com Luciana. A goleira do time adversário, porém, saiu bem e defendeu a finalização, mantendo o 0 a 0 para a segunda etapa.

Segundo tempo

A etapa final começou com a mesma cara do primeiro tempo. Marcando em cima, o Timão apostava muito nas laterais para criar algo – sobretudo pelo lado esquerdo, onde chegou com perigo em jogada de Juliete.

Aos nove minutos, a primeira grande chance. Tamires chegou ao fundo e cruzou no segundo pau. Victória Albuquerque atacou a bola muito bem, mas cabeceou por cima do gol da Ferroviária.

Aos 17 minutos, Arthur Elias fez a primeira troca para tentar abrir o placar. Paulinha deixou o campo para dar lugar a Giovanna Crivelari. No lance seguinte, porém, quem chegou foi a Ferroviária, com belo chute de Nathane que parou em defesaça de Lelê.

Aos 24 minutos, o Timão quase abriu o placar. Em linda triangulação com Vic, Tamires chegou ao fundo e rolou para Gabi Zanotti. A camisa 10 bateu com pouco força e acabou parando em boa defesa de de Luciana.

Na sequência, porém, o Corinthians enfim balançou as redes. Millene escorou bem um lançamento e deixou com Tamires. A lateral avançou e rolou para o meio da área. Crivelari ganhou na velocidade e deu toque de bico para tirar da goleira adversária.

Gol de Crivelari foi de alívio para o Timão

Bruno Teixeira/Ag. Corinthians

Logo depois, o Timão quase ampliou. Novamente, Millene saiu cara a cara com Luciana após boa jogada alvinegra. Desequilibrada, a atacante bateu fraca e parou novamente na goleira. No contra-ataque, Lelê agiu e evitou o empate encaixando com tranquilidade.

Cinco minutos antes do apito final, Vic Albuquerque teve nova chance de matar o jogo. Livre, a camisa 17 finalizou para fora e lamentou o erro. Depois disso, o Corinthians rodou a bola com tranquilidade para administrar a vantagem e deixar o tempo correr.

Ainda deu tempo de mais um suspiro da Fiel, em tentativa de cobertura de Vic Albuquerque. A bola, porém, saiu sem direção pela linha de fundo. No lance seguinte, Juliete fez tabela e bateu com classe para sacramentar o título.

A campanha do Corinthians

Corinthians 2 x 0 Ferroviária – 28/10/2019 – FinalCorinthians 4 x 0 América de Cali – 25/10/2019 – SemifinalCorinthians 2 x 0 Santiago Morning – 22/10/2019 – Quartas de finalCorinthians 2 x 2 Libertad Limpeño – 19/10/2019 – Fase de gruposCorinthians 3 x 1 América de Cali – 17/10/2019 – Fase de gruposClub ÑaÑas 1 x 3 Corinthians – 14/10/2019 – Fase de grupos

Ficha técnica de Corinthians 2 x 0 Ferroviária

Competição: Libertadores FemininaLocal:Estádio Olímpico Atahualpa, Quito, EquadorData: 28 de outubro de 2019 (segunda-feira)Hor&aacuterio: 21h30 (de Brasília)Árbitro:Emikar CalderaAssistentes: Toli Garcia e Migdalia RodriguezGols:Juliete, Giovanna Crivelari (Corinthians)Cartões amarelos:Katiuscia (Corinthians); Barrinha e Carol Tavares (Ferroviária)

CORINTHIANS:Lelê; Paulinha (Giovanna Crivelari), Pardal, Érika e Juliete; Grazi e Gabi Zanotti; Katiuscia, Millene e Tamires (Cacau); Victória Albuquerque.Técnico:Arthur Elias

FERROVIÁRIA: Luciana; Monalisa (Gabizinha), Andreia, Géssica e Barrinha; Rafa Mineira (Carol Tavares), Maglia, Rafa Andrade e Nenê (Rosana); Aline Milene e Nathane.Técnico: Tatiele Silveira

Veja mais em:

Corinthians feminino.

Must Read

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Palas Pinho 20 anos de carreira no movimento brega

Palas Pinho uma das artistas mais respeitadas e querida do cenário musical Pernambucano, completa 20 anos de carreira no movimento brega, em 2001 ela implaca...

Secretaria do Trabalho estadual abre inscrições para Fenearte 2021

Quatro estandes serão disponibilizados para empreendimento solidários num dos espaços mais nobres da cultura pernambucana A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco abre,...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Diogo Moraes caminha a passos lagos para renovar seu mandato na Alepe

O deputado estadual Diogo Moraes (PSB), está pavimentando com pedras solidas, o caminho para o seu 4º mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE)....