Início Esporte "Comecei a gostar de me ver fora do futebol"

“Comecei a gostar de me ver fora do futebol”

O sucesso torna por vezes impossível imaginar o fim de um ciclo que foi proveitoso, frutífero e vitorioso. Não porque o futuro vai cair no vazio — mas mais porque a ideia de algo se alterar nem sequer faz parte do imaginário daqueles que acompanharam esse percurso. Era difícil, para os portugueses, imaginar o final da carreira de Luís Figo; era difícil, para os adeptos do Barcelona, imaginar o dia em Xavi e Iniesta iam deixar Camp Nou; e era difícil, em Itália, imaginar a temporada em que Totti, De Rossi e Pirlo já não jogavam na Serie A. Tudo aconteceu, mais cedo ou mais tarde, e a natureza humana obrigou todos estes exemplos a encerrar capítulos e seguir em frente.

Atualmente, no panorama do futebol internacional, os maiores expoentes deste fenómeno serão Lionel Messi e Cristiano Ronaldo — e o fim das respetivas carreiras. Ainda que estejam ambos já para lá da barreira dos 30 anos, a verdade é que poucos adeptos imaginam o dia em que nem o argentino nem o português vão andar pelas principais ligas europeias, pela Liga dos Campeões e pelas competições de seleções. Esse dia, contudo, vai chegar. E Cristiano Ronaldo deixou agora perceber que pode até estar mais perto do que aquilo que se esperava.

Em entrevista ao site Sport Bible, o jogador português garantiu que ainda se diverte com o futebol mas que nos últimos anos começou a pensar mais a sério no futuro. “Ainda adoro o futebol. Adoro entreter os adeptos e as pessoas que adoram o Cristiano. A idade não interessa, é uma questão de mentalidade. Nos últimos cinco anos comecei a gostar deste processo de me ver fora do futebol, por isso, quem sabe o que é que vai acontecer no próximo ano ou daqui a dois?”, atirou Ronaldo, que tem contrato com a Juventus até 2022.

O avançado do clube italiano comentou ainda o facto de ter sido apenas o terceiro atleta da história — depois de Michael Jordan e LeBron James — a assinar um contrato vitalício com a Nike, no valor de mil milhões de dólares. “Não quero imitar ninguém. Tens de ser sempre tu próprio, mas podes aproveitar pequenos detalhes e tirar algo de bons exemplos, não só no futebol como noutros desportos — Fórmula 1, NBA, golfe, UFC, qualquer coisa. Os melhores atletas têm todos uma ética profissional semelhante. Até os CEO da grandes empresas estão sempre motivados e têm de trabalhar muito para alcançar coisas boas”, concluiu Cristiano Ronaldo.

O capitão da Seleção Nacional explicou ainda que tem “uma boa equipa” que o ajuda nos negócios em que se tem envolvido nos últimos anos — e que são, garante, os objetivos do futuro — e que a principal diferença entre o mundo empresarial e o futebol é o facto de, nas empresas, ter muitas pessoas a depender dele. “É o que me motiva. Toda a gente sente pressão, a forma como lidamos com essa pressão é que é importante. Temos de confiar em nós próprios. No futebol, tenho mais controlo. Sei aquilo que consigo fazer. Nos negócios, é mais difícil, dependo de outras pessoas, mas tenho uma boa equipa. Vai ser um desafio”, defendeu Ronaldo, que explicou depois que vai aplicar às empresas a mesma lógica que sempre teve nos relvados. “Tudo o que alcancei levou muitos anos de trabalho árduo, dedicação e paixão. Fora do futebol, ainda não estou nesse patamar, mas sou um tipo competitivo e não gosto de ser o número 2 ou o número 3. Quero sempre ser o número 1. E vai acontecer, com 100% de certeza”, atirou.

Disponível gratuitamente para iPhone, iPad, Apple Watch e Android

Must Read

Recife Antigo ganha novo restaurante com assinatura de badalado Chef, em Rooftop com vista 360º, no empreendimento Moinho Recife

Paella, frutos do mar na brasa, drinks, sobremesas exclusivas, carta de drinks autorais, loja de vinhos e muita música ao vivo. Com uma proposta...

Por Croácia x Brasil na Copa, Governo de Pernambuco decreta ponto facultativo na sexta-feira (9)

Seleção joga pelas quartas de final do Mundial do Catar O Governo de Pernambuco decretou ponto facultativo para a sexta-feira (9), dia em que o...

STF começa a julgar orçamento secreto nesta quarta-feira (7), sob pressão do PT e do Congresso

Cúpula do Legislativo tenta convencer ministros da Corte pela manutenção das emendas de relator, enquanto petistas defendem fim do modelo para reduzir poder do...

Raquel e Priscila convidam os 184 prefeitos pernambucanos para encontro em Caruaru

A governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), recebe em casa, na tarde desta quarta-feira, os prefeitos dos municípios pernambucanos. Independentemente de partido, os 184 chefes...

Paula Delai orienta como driblar a Covid-19 durante a Copa do Mundo

A Copa do Mundo é o evento esportivo mais assistido e prestigiado em todo o mundo, que envolve muita confraternização das torcidas, podendo gerar aglomeração...