Arsenal perde de novo e fica mais longe dos líderes do Inglês

O Arsenal, graças a gol sofrido aos 50 minutos do segundo tempo, sofreu neste sábado a segunda derrota após a paralisação do Campeonato Inglês por causa da Covid-19, dessa vez para o Brighton por 2 a 1, fora de casa, que deixou a equipe mais longe da briga por vagas continentais.

O carrasco dos ‘Gunners’ acabou sendo o atacante francês Neal Maupay, que balançou as redes nos instantes finais do duelo. Ainda na etapa complementar, o atacante marfinense Nicolas Pépé chegou a colocar os visitantes na frente, e o zagueiro inglês Lewis Dunk havia igualado.

Com o resultado, o time do zagueiro David Luiz, que estava suspenso por expulsão na derrota para o Manchester City, na quinta-feira, e do atacante Gabriel Martinelli, que não saiu do banco, ficou estacionado na marca de 40 pontos.

O Arsenal ocupa a nona colocação na tabela, quatro pontos atrás do Wolverhampton, que hoje estaria se garantindo na Liga Europa, e oito longe do Chelsea, que fecha o G-4, cujos integrantes vão à Liga dos Campeões. As duas equipes, no entanto, ainda jogarão na rodada.

O Brighton, que comemorou nas redes sociais ter vencido os ‘Gunners’ duas vezes na mesma temporada, está em 15º, com 32 pontos e se garantiu por mais uma rodada fora da zona de rebaixamento.

Mais cedo, o Leicester, que sonha com o vice-campeonato e ainda corre para garantir matematicamente um lugar na próxima ‘Champions’, cedeu empate ao Watford em 1 a 1, em partida que teve rede balançando apenas nos acréscimos do segundo tempo.

Fora de casa, os ‘Foxes’ abriram o placar aos 45 da etapa complementar, quando o lateral-esquerdo inglês Ben Chilwell marcou. Os anfitriões, que também lutam para escapar da queda para a segunda divisão, igualaram aos 50, com o zagueiro inglês Craig Dawson.

*Com Agência EFE