Após morte de paciente em UPA na Grande BH, médico é levado para penitenciária – G1

Segundo a Polícia Civil, o plantonista Celso Siqueira foi autuado em flagrante por homicídio por omissão e levado para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. O caso aconteceu nesta manhã na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ressaca, em contagem.

De acordo com o relato dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que levaram Osvaldo Xavier dos Santos, de 72 anos, até a UPA ressaca, o médico nem chegou a olhar o paciente e ficou sentado em uma cadeira. (Veja abaixo vídeo do MG2)

Médico é preso após morte de iduso em Upa de Contagem, na Grande BH

O idoso estava com insuficiência respiratória grave. Segundo o boletim de ocorrência, o plantonista Celso Siqueira alegou que a unidade estava lotada e se recusou a atender Osvaldo.

A nora do homem, Elaine Dias, acompanhou tudo. Ele não quis atender, se negou a atender. O Samu falou “olha dr, o caso dele é um caso grave, precisa que você faça os primeiros atendimentos e ele falou que não iria fazer, falou que tinha 4 pacientes, disse a mulher.

Os socorristas disseram à polícia que insistiram para que o idoso fosse atendido, diante da gravidade do caso, mas não conseguiram convencer o médico nem a se levantar da cadeira onde estava para olhar o paciente. Por causa disso, o Samu enviou outra ambulância, com equipamentos de suporte avançado, para tentar reanimar Osvaldo, mas, não houve tempo de salvá-lo. Ele morreu em uma maca, no corredor da unidade.

O secretário de saúde de Contagem, Cléber Faria Silva, disse que o médico trabalha para o município há muitos anos e que vai abrir uma sindicância para investigar o caso.

O Conselho Regional de Medicina (CRF) afirmou que também vai abrir uma investigação para apurar a conduta do médico.

Deixar de prestar socorro é crime. A pena é de um a seis meses de prisão e multa. Mas se a omissão provocar a morte essa pena pode ser triplicada.

A defesa do médico afirmou que o problema foi a falta de estrutura da UPA e a morte foi uma fatalidade.

A Secretaria de Saúde de Contagem também disse que a Upa Ressaca foi reformada recentemente e está em condições de atendimento, com corpo clínico completo.

O médico deve ficar em uma cela especial para quem tem curso superior.