Início Esporte Análise: falta de pontaria e mexidas ruins tiram chance de vitória e...

Análise: falta de pontaria e mexidas ruins tiram chance de vitória e complicam Fluminense – globoesporte.com

A bola na trave de Yony González e o gol inacreditável perdido por Nenê no rebote logo a 1 minuto de jogo parecia o prenúncio. No empate em 1 a 1 com a Chapecoense no Maracanã, o Fluminense viveu drama parecido aos tropeços contra CSA e Avaí. Novamente a equipe dominou a partida, mas desperdiçou oportunidades. Para completar, as mexidas do técnico Marcão no 2º tempo pioraram a equipe e tiraram qualquer chance de uma vitória que tinha tudo para ser tranquila. Confira os melhores momentos da partida:

Melhores momentos de Fluminense 1 x 1 Chapecoense pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro

O novo tropeço diante de uma equipe má colocada no Brasileirão deixou o Fluminense em situação ainda mais delicada na competição, agora a dez rodadas do fim. O Tricolor só não entrou na zona de rebaixamento novamente porque o Cruzeiro acabou sofrendo o empate do Fortaleza no fim. Para piorar, a equipe tem uma sequência de jogos difíceis pela frente, o primeiro contra o Ceará, fora de casa, na próxima quarta-feira. Confira a tabela.

O Fluminense teve controle do jogo durante quase todo o tempo e pouco foi ameaçado. Teve 67% de posse de bola, contra 33% da Chape. Também teve volume e criou muitas oportunidades. Porém, mais uma vez pecou na pontaria. Foram 26 finalizações, oito na direção do gol, 13 para fora e cinco travadas.

Nenê perdeu um gol surreal logo no começo do jogo, sem goleiro, na linha da pequena área (veja vídeo). Wellington Nem isolou por cima do gol duas boas oportunidades. Yony foi quem mais tentou: oito chutes, mas também não balançou as redes. Nino e João Paulo cabecearam com perigo.

Inacreditável! João Ricardo defende parcialmente chute de Yony González, que acerta a trave no rebote e vê Nenê chutar para fora, a 1′ do 1º tempo

E o gol de empate do Fluminense só saiu com Marcos Paulo, após linda tabela de Yony e Daniel, aos 7 minutos do 2º tempo.

Gol do Fluminense! Marcos Paulo empurra para as redes aos 6′ do 2º tempo

Saída de Daniel para entrada de Lucão piora time

Mas este não foi o único motivo para o Fluminense não ter vencido a Chapecoense. Quando Marcão optou por tirar Daniel para colocar Lucão aos 30 do 2º tempo, o meio de campo do Flu acabou. Daniel era um dos melhores da equipe no jogo ao dar fluidez ao setor e havia construído a jogada do gol. Além disso, Allan estava mal e Nenê jogava mais avançado, e também não estava em grande noite. Consequentemente, o time perdeu volume e não conseguiu mais criar boas oportunidades.

– Optamos por colocar um homem mais de área para fazer mais pivôs de lado, já que chegávamos bastante pelos lados, para tentarmos ter uma presença maior de área, para tentar furar o bloqueio deles – tentou explicar Marcão.

Esta foi a explicação de Marcão. A questão é que, além de a saída de Daniel não ser uma boa pedida (e se tivesse de sair, o ideal seria a entrada de Ganso), o Fluminense não precisava necessariamente de mais um homem de área naquele momento, pois já tinha João Pedro e Yony, além de contar com as chegadas de Marcos Paulo, que também sabe fazer a função. Como a Chape atuava recuada, Gilberto e Caio Henrique tinham liberdade para subir, e os atacantes de lado entravam na área com frequência, tanto que Wellington Nem, no primeiro tempo, apareceu bastante por ali, mas não foi efetivo por não ser um finalizador.

A ideia de Marcão era que Nenê recuasse para suprir a saída de Daniel, mas isso não acabou funcionando. A entrada de Ganso aos 40 minutos poderia corrigir esta perda do meio de campo. Porém, a opção pela saída de Marcos Paulo, outro que vinha bem no jogo, também não pareceu a melhor opção.

Com o time do Fluminense desarrumado em campo na reta final da partida, as melhores chances nos minutos finais, inclusive, acabaram sendo da Chapecoense. No fim, vaias das arquibancadas, gritos de time sem vergonha e uma situação cada vez mais preocupante no Brasileirão.

Must Read

Maíra Cardi se pronuncia após PA recusar presente: “Ego bobo”

Nesta sexta-feira (13), a influenciadora Maíra Cardi, de 38 anos, retornou ao Instagram após o seu afastamento, e falou sobre a polêmica com Paulo...

Michelle Barros anuncia saída da Globo: “Aberta ao que vier!”

A jornalista Michelle Barros (42) anunciou sua saída da emissora Globo. Ela integrava a equipe de profissionais em São Paulo e já apresentou diversos...

Pastor morre após ser atingido por bala perdida

Uma troca de tiros envolvendo três criminosos, na noite desta quinta-feira (12), culminou na morte de um pastor evangélico. O caso aconteceu...

Brasiliense Vivi Araújo volta a lutar no UFC neste sábado

Há um ano, a brasiliense Vivi Araújo deixava o octógono do UFC com uma derrota para Katlyn Chookagian, na luta mais dura que fez na organização...

Celular no trânsito: 675 motoristas são multados por dia

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) divulgou um estudo mostrando que, a cada uma hora, são registradas 28 infrações de...