Início Justiça Agenda Cultural BdF RS

Agenda Cultural BdF RS

Início

Rio Grande do Sul

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

Compartilhe

O fim do mês está com diversas programações culturais em Porto Alegre. Começa hoje a mostra de cinema Ela da Tela. Na próxima semana iniciam as mostras Stanley Kubrick e Cinema de Invenção. Milton Nascimento toca sucessos dos discos Clube da Esquina. Tem cortejo do Maracatu Truvão na Orla do Guaíba. O Sopapo Poético Ponto Negro da Poesia homenageia o Maçambique de Osório. No sábado o Memorial Luiz Carlos Prestes celebra seu 2º aniversário e no domingo tem comemoração dos 74 anos do presidente Lula próximo à Usina do Gasômetro. Tem feiras ao ar livre pela cidade no final de semana. Lançamento coletivo Coisa de Preto apresenta textos de 20 escritoras e 22 escritores negros brasileiros. E vem aí a 65ª Feira do Livro de Porto Alegre, entre os dias 1 e 17 de novembro. Confira a agenda completa:

24 a 27 de outubro – Mostra Ela na Tela

Na Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre)

O evento conta com exibição de curtas e longas dirigidos e protagonizados por mulheres, além de diversos debates sobre a representação e o espaço da mulher no cinema. A mostra ELA NA TELA não tem caráter competitivo, é uma janela de exibição de filmes dirigidos por mulheres e protagonizados por mulheres. Propõe abrir espaço para troca de experiências e busca de igualdade de gêneros no fazer cinematográfico, que ainda é dominado por homens, maioria esmagadora em funções chave da indústria cinematográfica no mundo todo. Além de ampliar a visibilidade das mulheres cineastas, a mostra busca a conscientização sobre o tema e sobre a representação feminina na tela de cinema.

Ingressos a R$ 6 na quinta-feira e R$ 7 na sexta, sábado e domingo. O debate de abertura tem entrada franca. Programação completa em: https://www.elanatela.com/

24 a 30 de outubro – Em cartaz no CineBancários

Diversos horários, no CineBancários, junto ao Sindibancários (Rua General Câmara, 424, Porto Alegre)

15h – Greta (Brasil | 2019 | Drama | 97min | Direção: Armando Praça)

Pedro (Marco Nanini), um enfermeiro homossexual de 70 anos e fervoroso fã de Greta Garbo, precisa liberar uma vaga no hospital onde trabalha para Daniela (Denise Weinberg), sua melhor amiga. Para salvar Daniela, ele decide ajudar Jean, um jovem que acaba de ser hospitalizado e algemado por ter cometido um crime. Pedro o ajuda a fugir e esconde-o em sua própria casa até que ele se recupere e nesse período, eles se envolvem afetiva e sexualmente. Essa relação será essencial para que Pedro sobreviva à perda de Daniela, mas também gere mudanças surpreendentes em si mesmo e no modo como ele lida com a solidão. 

Ingressos: R$ 12 (meia entrada: R$ 6)

17h – Meu nome é Daniel (Brasil | 2018 | Documentário | 83min  Direção:  Daniel Gonçalves)

Daniel Gonçalves nasceu com uma deficiência que nenhum médico foi capaz de diagnosticar. No documentário pessoal “Meu nome é Daniel”, o jovem cineasta residente no Rio de Janeiro traça o caminho de sua vida para tentar compreender sua condição. Através de imagens de arquivo da família e de cenas gravadas hoje em dia, vamos passear por momentos, histórias e reflexões de Daniel.

19h – A fera na selva (Brasil | 2017 | Drama | 85  min. | Direção: Eliane Giardini, Paulo Betti e Lauro Scorel)

João e Maria vivem uma vida inteira juntos. Ele é professor de português, ela de literatura inglesa. João é atormentado pela obsessão que uma coisa extraordinária vai acontecer em sua vida. Maria aceita esperar com ele A Fera na Selva, que um dia chegará avassaladora.Baseado livremente na obra do escritor americano Henry James, escrita no século XX, “A Fera na Selva” conta uma história de amor incompreendida. No filme acompanhamos um homem que vive de olho no futuro e passa a vida esperando por um acontecimento sem conseguir enxergar os sinais de algo que poderia realmente ter transformado sua vida mas que acabou ficando em segundo plano, como uma fera à espreita na selva. 

25 de outubro (sexta-feira) – Milton Nascimento traz Clube da Esquina

Às 21h, no Auditório Araújo Vianna (Av. Osvaldo Aranha, 685 , Porto Alegre)

Após o estrondoso sucesso de Travessia em 1967, Milton Nascimento começou sua premiada carreira internacional e gravou três discos importantes na sequência. E o mais revolucionário foi o quarto: o duplo “Clube da Esquina”, que levou também o nome de Lô Borges na capa. Hoje é uma unanimidade entre os fãs de Milton Nascimento em todo mundo que o disco Clube da Esquina se tornou um marco definitivo na história da música. Milton é o principal responsável pela criação do álbum, lançado em 1972, e que até hoje consegue transformar mentes e corações com a mesma força desde o seu surgimento. Em 2017, o álbum Clube da Esquina 1 comemorou 45 anos, e em 2018, foi a vez do disco Clube da Esquina 2 completar 40 anos. Sendo assim, diante da chegada de datas tão importantes que, pela primeira vez, Milton Nascimento tomou a decisão de dedicar um projeto inteiro ao Clube da Esquina. De acordo com Milton, “a turnê Clube da Esquina pretende trazer ao público um resgate dos grandes clássicos dos dois álbuns, com maior foco no primeiro disco. Inclusive, músicas que o público nunca escutou ao vivo”.

Ingressos a partir de R$ 120 no site Uhuu.

25 de outubro (sexta-feira) -“Coisa de preto” coletâneas tem lançamento coletivo

Às 20h, no Boteco do Paulista (Rua Riachuelo, 224/230, Porto Alegre)

Percebendo que o estabelecimento de uma nova dinâmica na estrutura da desigualdade social e do racismo estrutural passa necessariamente pelo campo do discurso e da produção de conhecimento, escritoras e escritores negros brasileiros apresentam novas obras para os leitores gaúchos. Os livros “Raízes – Resistência Histórica Volume II” e “Ancestralidades – Escritores Negros” serão autografados no dia 25 de outubro, a partir das 20h, no Boteco do Paulista (Rua Riachuelo, 224/230, Porto Alegre/RS). “Raízes – Resistência Histórica Volume II” e “Ancestralidades – Escritores Negros” são coletâneas que reúnem textos de 20 escritoras e 22 escritores negros brasileiros, respectivamente. As obras não devem ser entendidas apenas como um simples par de livros, mas como dois símbolos políticos, dois símbolos de resistência e de empoderamento; como deliberada recusa ao lugar historicamente reservado às negras e aos negros no Brasil. “Raízes” e “Ancestralidades” compõem uma legítima insurgência nas entranhas de um país onde, não obstante a maioria negra da população, a maior parte dos escritores publicados são brancos.

Entrada franca. Preço de capa: R$ 40.

26 de outubro (sábado) – Maracatu Truvão comemora 15 anos com cortejo

Concentração às 14h na Orla do Guaíba (próximo à rótula da perimetral em Porto Alegre). Saída em cortejo às 15h.

O cortejo terá as participações de outros grupos de Maracatu da grande Porto Alegre, de Caxias do Sul e de Santa Catarina. Já o show, que será ao lado da Usina do Gasômetro terá convidados especiais, entre eles Dona Conceição, Gutcha Ramil e a participação muito especial do grupo de dança do Afro-Sul Odomode. Uma grande festa pra tocar, pra dançar, pra jogar a alegria nas alturas. Com concentração às 14h na Orla, próximo à rótula da Perimetral, o grupo sai em cortejo às 15h em direção à Usina do Gasômetro, onde promete um show vibrante pra comemorar junto com toda a gente da cidade! Com as boas vibrações de sua juventude, o Truvão apresenta os tambores, cantos e danças em músicas autorais, compostas em parceria com artistas de Porto Alegre e também canções das nações de maracatu de baque virado de Pernambuco. Estrela Brilhante do Recife, Porto Rico, Leão Coroado e Estrela Brilhante de Igarassu estão no repertório que terá ainda canções de Martinha do Coco e dos artistas convidados.

Entrada franca

26 de outubro a 17 de novembro – Espetáculo infantil “A Praga de Unicórnios”

Sábados e domingos às 16 h e sextas-feiras: 01, 08 e 15 de novembro às 15h. Na Sala Álvaro Moreyra (Av. Érico Veríssimo, 307-Bairro Azenha – Porto Alegre)

A Praga de Unicórnios é uma fábula urbana sobre o direito das crianças à felicidade. Um condomínio, um síndico que decide proibir animais, plantas e brincadeiras e um trio de crianças que não se deixará vencer sem lutar pelos seus bichinhos, espalhando unicórnios por toda parte! O público é a vizinhança que ajudará Mariana, Bernardino e Cecília nesta grande aventura.

Ingressos: 30,00, (meia para estudantes, idosxs, PDC, classe artística, crianças). Entrada Gratuita Para Professorxs.

26 de outubro (sábado) – 2º Aniversário do Memorial Luiz Carlos Prestes

Às 17h, no Memorial Luiz Carlos Prestes (Av Ipiranga n°10 – esquina com Edvaldo Pereira Paiva, Porto Alegre)

O Memorial Luiz Carlos Prestes vai fazer 2 anos de fundação. Uma celebração com muita

história, música, arte, teatro e literatura.

Entrada franca

26 de outubro (sábado) – Samsung Best of Blues em Porto Alegre

Às 18h, no Anfiteatro Pôr Do Sol (Avenida Edvaldo Pereira Paiva, S/N, Porto Alegre)

Realizado pela Dançar Marketing, o Samsung Best of Blues 2019 desembarca em Porto Alegre no dia 26 de outubro, às 18h no Anfiteatro Pôr do Sol, trazendo o melhor do blues e do rock em versões inéditas de canções assinadas por Zakk Wylde (Ozzy Osbourne) e Kenny Wayne Shepherd, além das brasileiras Nina e Tati Pará, reforçando seu apoio ao melhor da música brasileira. Teremos ainda a abertura do evento com a banda gaúcha Stones Blues Band.

Entrada franca

26 de outubro (sábado) – CB+ Feiras e oficinas

Das 12h às 20h, no Museu Joaquim Felizardo (Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa, Porto Alegre)

Um dia para celebrar a CB com arte, música, moda, encontros, bate-papo, comidinhas e ceva artesanal! Traz tua canga, tua cadeira, os amigos, a família e o crush pra curtir o dia no pátio do Museu de Porto Alegre! Vamos receber doações de alimentos não perecíveis para a fundação que atendem a 1400 crianças e adolescentes na CB.

Entrada franca

26 de outubro (sábado) – Sopapo Poético: edição de outubro/2019

Às 17h, no Centro De Referência Do Negro (Av Ipiranga, 311, Porto Alegre)

Sopapo Poético homenageia o Maçambique de Osório/RS, a Festa da Nossa Senhora do Rosário, na edição de outubro. O Maçambique – a maior manifestação religiosa e cultural organizada pelos negros do quilombo de Morro Alto, no interior do município gaúcho de Osório – será homenageado pelo sarau SOPAPO POÉTICO – Ponto Negro da Poesia, no encerramento da programação especial do Prêmio Cultura Populares Edição Selma do Coco. O evento ocorre, excepcionalmente, em um sábado, dia 26 de outubro, das 17h às 20h, no CRN Nilo Feijó, na Av. Ipiranga, 311, Menino Deus, em Porto Alegre, com entrada franca. É aguardada a presença do grupo de maçambique e a Rainha Ginga Francisca Dias, que apresentarão narrativas, cantos e performances rituais e performáticas de matriz africana e finalidade devocional. O projeto foi contemplado pelo Edital de Seleção Pública nº 01, de 26/04/2018, Culturas Populares: Edição Selma do Coco, financiado pela Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal.

27 de outubro (domingo) – Comemoração dos 74 anos do presidente Lula!

Às 15h, na Orla do Guaíba, próximo ao gasômetro e do Parque Harmonia (Centro de Porto Alegre)

Grande comemoração dos 74 anos do ex-presidente Lula! Com bolo gigante, apresentações culturais e muito diálogo com a população por Lula Livre, Lula Inocente!

Entrada franca.

27 de outubro (domingo) – Feira Me Gusta #58: Arte, Moda, Música, Gastronomia e Variedade

Das 13h às 21h, na Praça Isabel, A Católica (Av Praia De Belas S/N, Porto Alegre)

A Feira Me Gusta é praça, é rua, é encontro, é amizade, é aprendizado, é música, é sorriso. A Feira Me Gusta é gente criativa e empreendedora, gente guerreira que tá sempre acreditando. Uma tarde até o anoitecer, uma festa na rua, uma feira, um bazar, um festival de gente legal. Mstura e combina arte, moda e acessórios, música, gastronomia, feira orgânica e variedades.

Entrada franca

28 a 31 de outubro – Mostra Stanley Kubrick

Na Sala Redenção – Cinema Universitário Campus Central da UFRGS (Av. Eng. Luiz Englert s/n, Porto Alegre)

Entre os dias 28 e 31 de outubro, na Sala Redenção, acontece a Mostra Stanley Kubrick em lembrança aos 20 anos da morte do diretor. Serão exibidos três filmes : ‘Doutor Fantástico’, ‘Nascido para Matar’ e ‘De Olhos bem Fechados’.

Confira a programação completa da Sala Redenção: https://www.ufrgs.br/difusaocultural/salaredencao/

Entrada franca

29 de outubro a 10 de novembro – Mostra Cinema de Invenção

Na Cinemateca Capitólio (Rua Demétrio Ribeiro, 1085, Porto Alegre)

A mostra apresenta mais de 20 produções – entre longas, médias e curtas – realizados pelos principais nomes do cinema experimental brasileiro. A inspiração da mostra vem do mítico livro Cinema de Invenção, escrito pelo crítico, escritor e cineasta Jairo Ferreira, que lança profundas reflexões sobre as filmografias de diversos cineastas experimentais, comumente agrupados dentro do chamado Cinema Marginal. A seleção apresenta obras de Júlio Bressane, Rogério Sganzerla, Helena Ignez, Luiz Rosemberg Filho, José Agrippino de Paula, Carlos Ebert, José Sette de Barros, Edgard Navarro, Sylvio Lanna, Neville D’Almeida, Rogério Brasil Ferrari, Julio Calasso, Omar de Barros Filho, Letícia Parente e Andrea Tonacci.

Programação: http://www.capitolio.org.br/novidades/3660/mostra-cinema-de-invencao/

Os ingressos para as sessões custam R$ 10,00, com meia entrada para estudantes, idosos e portadores do Cartão Petrobras com acompanhante, além de gratuidade para os funcionários da Petrobras

31 de outubro (quinta-feira) – “Uruguai Na Vanguarda”: sessão comentada

Às 19h, no CineBancários (R. Gen. Câmara, 424, Porto Alegre)

Sessão especial de lançamento do filme URUGUAI NA VANGUARDA, de Marco Antonio Pereira, com a presença do diretor e do crítico Roger Lerina. Uruguai na Vanguarda é um documentário que mostra a história por trás dos avanços sociais e políticos que fizeram o país de José “Pepe” Mujica ser chamado de “Suíça das Américas”. Garantia de direitos trabalhistas, lei de cotas, equidade de gêneros, reconhecimento político da diversidade sexual, matrimônio igualitário, interrupção voluntária da gravidez, regulamentação do uso da maconha – todas essas conquistas do povo uruguaio nos últimos 30 anos estão na pauta do documentário Uruguai na Vanguarda. A coprodução Brasil-Uruguai da Urbano Filmes é dirigida e produzida por Marco Antonio Pereira. Com a participação de cientistas políticos e sociais, historiadores, ativistas, educadores, políticos e artistas, o filme vai atrás das raízes desses movimentos que colocaram o pequeno país da América do Sul na linha de frente da justiça social no século XXI.

Ingressos: Inteira – R$ 12,00; Meia-entrada – R$ 6,00.

26 de outubro e 09 de novembro – Festival de Primavera no Theatro São Pedro

Das 18h às 20h, na Concha Acústica e Praça Multipalco Eva Sopher (Praça Marechal Deodoro – Centro Histórico, Porto Alegre)

Realizado na Concha Acústica e na Praça Multipalco Eva Sopher, o Festival de Primavera contará com apresentações de Renato Borghetti Trio, Cachaça de Rolha e Cartas na Rua. O show de Renato Borghetti Trio, programado para sábado, 05 de outubro, abrindo a programação do Festival de Primavera no Theatro São Pedro, foi transferido devido a condições climáticas para o dia 09 de novembro, com entrada franca. No dia 26 de outubro o projeto Cartas na Rua apresenta versões de clássicos do folk, blues, bluegrass e rock’n’roll, além de canções autorais. No dia 09 de novembro o gaiteiro Renato Borghetti, apresentando a música regional gaúcha em formação acústica e delicada, ao lado da nova geração de músicos tradicionalistas: o incrível violão de sete cordas de Neuro Junior e o bumbo leguero de seu filho Pedro Borghetti.

Entrada franca

18 de outubro a 22 de dezembro – Estreia da peça ‘Um Dia Sodoma, no outro Gomorra’

Às 20 h de sextas, sábados e domingos até 22 de dezembro, no Teatro Museu do Trabalho (Rua dos Andradas, 230 – Centro Histórico, Porto Alegre)

Um dia Sodoma, no outro Gomorra traz à cena dois libertinos que vivem imersos em uma escandalosa sensualidade. A peça revela a intimidade de Vargas e Gilda – interpretados por Pablo Parra e Isa Meza Tzin, casal movido por desejos impuros em uma nova era infame. Na suspeita Sodoma, a liberdade é loucura e a crueldade é fascínio. Vargas, um libidinoso vulgar, é um carrasco ambíguo com um passado comprometedor. Atua sem intermediários no controle de todas as perversidades. Gilda, uma devassa deprimida, busca encontrar sua dignidade perdida. Tenta sair de uma condição já suficientemente gradeada pela paixão licenciosa. Com texto e direção de Julio Zanotta, o espetáculo abre a Trilogia da Intolerância, formada também por Que Graça Tem Esfaquear o Travesseiro? e A Farsa Do Capitão Carijó programadas para 2020. A encenação é pontuada por modinhas satíricas, compostas e interpretadas ao violão pelo ator Pablo Parra, que embalam o confronto da palavra delirante com o Brasil contemporâneo. Não há truques, Um dia Sodoma, no outro Gomorra encara de frente o autoritarismo e a realidade política que atravessamos. A polêmica se conjuga nos delírios sexuais dos personagens. São obrigados a adorar Joe Pig, uma cabeça de porco, enquanto carregam um piano quebrado. O culto ao Porco é um protesto. Apesar de muda, a sinistra carcaça representa um grito contra a matança cruel dos animais abatidos para consumo humano.

Ingressos a R$ 20 e R$ 40 no local.

1 a 17 de novembro – 65ª Feira do Livro de Porto Alegre

Na Praça da Alfândega (Centro de Porto Alegre)

Sob o viés da diversidade, a programação para o público adulto vai oferecer seminários, encontros, debates, oficinas com os mais variados temas, trazendo escritores e pensadores brasileiros e estrangeiros para lançar seus livros e refletir sobre o nosso tempo. Entre as questões, algumas se destacam: O pensamento é subversivo? A arte combate a injustiça? O jovem adulto lê? Nos 17 dias de Feira, assuntos como a cidade e o imaginário cotidiano, a escravidão no país, liberdade de ensinar e de aprender, mídia e feminismo, a questão indígena no Brasil contemporâneo, a música, os 50 anos de Woodstock, os 100 melhores curtas-metragens brasileiros na visão da crítica, racismo, direitos humanos, justiça e exílio estarão no centro dos debate. O social, o político, o cultural e o artístico, identidades, raízes e atualidades de um mundo fracionado e polarizado vão fazer parte das conversas.

Confira a programação completa no site da feira: https://www.feiradolivro-poa.com.br/programacao/

Quem Somos

Parceiros

Publicidade

Contato

Mapa do Site

Arquivo

Social:

Todos os conteúdos do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se dêem os devidos créditos.

Must Read

Anvisa autoriza a ampliação do prazo de validade da vacina da Janssen

A aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos.   A Diretoria Colegiada da Anvisa, via sistema deliberativo interno, aprovou a...

Nova enquete no site da Alepe

Projeto adia proibição de fogos de artifício ruidosos para 2030, opine A aplicação da norma que proíbe fogos de artifício ruidosos em Pernambuco pode ser...

Eduardo da Fonte defende prorrogação e valor maior para o auxílio emergencial.

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) classificou como positiva a confirmação feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o Governo Federal...

Fiocruz recebe mais um carregamento de matéria prima para produção de vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu, neste final de semana, mais um carregamento de IFA, o ingrediente farmacêutico ativo, usado para a produção da...